Início » Notícias da Agropecuária » Sites e Especiais » Soja Brasil » USDA prevê produção de soja dos EUA menor que expectativa do mercado

MERCADO

USDA prevê produção de soja dos EUA menor que expectativa do mercado

Entidade surpreende e faz cortes na projeção da produção e também nos estoques de passagem. Cotações na Bolsa de Chicago caem mais de 1,4%

12 de agosto de 2019 às 13h34
Por Daniel Popov, de São Paulo
mercado da soja mundo

Foto: Pixabay/Montagem: Canal Rural

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) divulgou nesta segunda-feira, o seu relatório de oferta e demanda da soja. Para a entidade, o país irá colher na safra 2019/2020 apenas 100 milhões de toneladas de soja, 18,7% menor que a safra anterior. O mercado esperava uma projeção de 102 milhões de toneladas. Em julho a perspectiva era de 104 milhões de toneladas.

Em relação aos estoques de passagem na safra 2019/2020, o USDA acredita que será de 20,5 milhões de toneladas, bem abaixo dos 22,2 milhões de toneladas esperadas pelo mercado e os 21,6 milhões do relatório de julho.

Já os estoques da safra 2018/2019 devem ser de 29,1 milhões de toneladas, ante as 28,5 milhões de toneladas do relatório anterior, mas exatamente igual ao que previa o mercado.
Produção de soja no mundo

O USDA prevê que a produção de soja mundial na safra 2019/2020 será de 341 milhões de toneladas, com um estoque na casa dos 101,7 milhões de toneladas, bem acima da previsão do mercado de 106,2 milhões de toneladas e dos 104,5 milhões do relatório do mês passado.

Brasil e Argentina

Tanto para o Brasil quanto para a Argentina as projeções anteriores não mudaram, conforme já previa o mercado. Os brasileiros devem colher, segundo a entidade, 123 milhões de toneladas, 5,1% a mais que as 117 milhões de toneladas (números do USDA, pois segundo a Conab o total é de 115 milhões de toneladas) da safra 2018/2019.

Já os argentinos devem colher 53 milhões de toneladas do grão, pouco acima dos 56 milhões de toneladas da temporada anterior.

Cotações não reagem

Desde a abertura pela manhã, as cotações da soja na Bolsa de Chicago operam em queda. Até o fechamento desta reportagem os contratos com vencimento para setembro de 2019 operam cotados a US$ 8,66, por bushel, 1,42%. Vale ressaltar que o recuo no dia foi maior que 1%, mas diminuiu.

Veja mais notícias sobre soja

1 comentário

  1. Yotio sato em 12 de agosto de 2019 às 16:23

    Muito bom receber e ficar atualizado com notícias sobre a soja!

Deixe um Comentário





Início » Notícias da Agropecuária » Sites e Especiais » Soja Brasil » USDA prevê produção de soja dos EUA menor que expectativa do mercado

MERCADO

USDA prevê produção de soja dos EUA menor que expectativa do mercado

Entidade surpreende e faz cortes na projeção da produção e também nos estoques de passagem. Cotações na Bolsa de Chicago caem mais de 1,4%

12 de agosto de 2019 às 13h34
Por Daniel Popov, de São Paulo
mercado da soja mundo

Foto: Pixabay/Montagem: Canal Rural

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) divulgou nesta segunda-feira, o seu relatório de oferta e demanda da soja. Para a entidade, o país irá colher na safra 2019/2020 apenas 100 milhões de toneladas de soja, 18,7% menor que a safra anterior. O mercado esperava uma projeção de 102 milhões de toneladas. Em julho a perspectiva era de 104 milhões de toneladas.

Em relação aos estoques de passagem na safra 2019/2020, o USDA acredita que será de 20,5 milhões de toneladas, bem abaixo dos 22,2 milhões de toneladas esperadas pelo mercado e os 21,6 milhões do relatório de julho.

Já os estoques da safra 2018/2019 devem ser de 29,1 milhões de toneladas, ante as 28,5 milhões de toneladas do relatório anterior, mas exatamente igual ao que previa o mercado.
Produção de soja no mundo

O USDA prevê que a produção de soja mundial na safra 2019/2020 será de 341 milhões de toneladas, com um estoque na casa dos 101,7 milhões de toneladas, bem acima da previsão do mercado de 106,2 milhões de toneladas e dos 104,5 milhões do relatório do mês passado.

Brasil e Argentina

Tanto para o Brasil quanto para a Argentina as projeções anteriores não mudaram, conforme já previa o mercado. Os brasileiros devem colher, segundo a entidade, 123 milhões de toneladas, 5,1% a mais que as 117 milhões de toneladas (números do USDA, pois segundo a Conab o total é de 115 milhões de toneladas) da safra 2018/2019.

Já os argentinos devem colher 53 milhões de toneladas do grão, pouco acima dos 56 milhões de toneladas da temporada anterior.

Cotações não reagem

Desde a abertura pela manhã, as cotações da soja na Bolsa de Chicago operam em queda. Até o fechamento desta reportagem os contratos com vencimento para setembro de 2019 operam cotados a US$ 8,66, por bushel, 1,42%. Vale ressaltar que o recuo no dia foi maior que 1%, mas diminuiu.

Veja mais notícias sobre soja

1 comentário

  1. Yotio sato em 12 de agosto de 2019 às 16:23

    Muito bom receber e ficar atualizado com notícias sobre a soja!

Deixe um Comentário





Mais Notícias