banner-3

CLIMA

Tempo segue firme em praticamente todas as áreas agrícolas do país

Segundo os mapas da Somar Meteorologia, algumas chuvas serão registradas apenas na divisa entre o Uruguai e o Rio Grande do Sul nesta quinta

13 de junho de 2019 às 08h08
Por Daniel Popov, de São Paulo
sol janela

Foto: Pixabay

Nada mudou na meteorologia. O tempo seco que há dias predomina, ainda influencia o clima em praticamente todas as áreas agrícolas do país. Alguns produtores estão preocupados, pois as culturas de inverno necessitam de umidade no solo para se desenvolverem bem.

SUL

Aos poucos as chuvas vão avançando do Uruguai para o Rio Grande do Sul e os municípios mais próximos à divisa já recebem volumes acumulados de até 10 mm nesta quinta-feira. Do centro para o norte do estado a condição ainda é de tempo firme, assim como e Santa Catarina e o Paraná. As temperaturas já não são tão frias como nos dias anteriores, com mínimas de 12ºC e máximas de 27ºC.

SUDESTE

Nesta quinta-feira pouca coisa muda. A massa de ar seco segue influenciando o tempo e inibe a
formação de nuvens carregadas. Não há risco de chuvas nem em São Paulo, nem em Minas Gerais. As temperaturas mínimas serão de 12º, durante a manhã e as máximas de 27ºC a tarde.

CENTRO-OESTE

No Centro-Oeste a condição é parecida com dos outros estados já citados, não há previsão de chuvas nesta quinta-feira em Mato Grosso, Goiás e Mato Grosso do Sul. As temperaturas mínimas serão de 15º e as máximas de 33ºC.

NORDESTE

As chuvas seguem concentradas mais na região litorânea do Nordeste, restando as áreas agrícolas um tempo mais firme tanto na Bahia quanto no Maranhão. Áreas do interior continua sofrendo com temperaturas bastante elevadas, baixa umidade relativa do ar e tempo seco, inclusive, há risco para queimadas no sertão.

NORTE

Na quinta-feira, a Zona de Convergência Intertropical segue bem ativa pela faixa norte do País e provoca, desta maneira, chuvas fortes com trovoadas desde belém até o noroeste do Amazonas, onde são esperados os maiores acumulados. Já entre o Acre, sul do Pará e Amazonas e todo o Tocantins, a massa de ar seco atua e deixa o tempo aberto, por isso, não se descarta baixa umidade relativa do ar, principalmente no Tocantins, o que coloca a capital Palmas em estado de atenção. Neste estado são esperados também as maiores temperaturas.

Veja mais notícias sobre soja

1 comentário

Deixe um Comentário





banner-3

CLIMA

Tempo segue firme em praticamente todas as áreas agrícolas do país

Segundo os mapas da Somar Meteorologia, algumas chuvas serão registradas apenas na divisa entre o Uruguai e o Rio Grande do Sul nesta quinta

13 de junho de 2019 às 08h08
Por Daniel Popov, de São Paulo
sol janela

Foto: Pixabay

Nada mudou na meteorologia. O tempo seco que há dias predomina, ainda influencia o clima em praticamente todas as áreas agrícolas do país. Alguns produtores estão preocupados, pois as culturas de inverno necessitam de umidade no solo para se desenvolverem bem.

SUL

Aos poucos as chuvas vão avançando do Uruguai para o Rio Grande do Sul e os municípios mais próximos à divisa já recebem volumes acumulados de até 10 mm nesta quinta-feira. Do centro para o norte do estado a condição ainda é de tempo firme, assim como e Santa Catarina e o Paraná. As temperaturas já não são tão frias como nos dias anteriores, com mínimas de 12ºC e máximas de 27ºC.

SUDESTE

Nesta quinta-feira pouca coisa muda. A massa de ar seco segue influenciando o tempo e inibe a
formação de nuvens carregadas. Não há risco de chuvas nem em São Paulo, nem em Minas Gerais. As temperaturas mínimas serão de 12º, durante a manhã e as máximas de 27ºC a tarde.

CENTRO-OESTE

No Centro-Oeste a condição é parecida com dos outros estados já citados, não há previsão de chuvas nesta quinta-feira em Mato Grosso, Goiás e Mato Grosso do Sul. As temperaturas mínimas serão de 15º e as máximas de 33ºC.

NORDESTE

As chuvas seguem concentradas mais na região litorânea do Nordeste, restando as áreas agrícolas um tempo mais firme tanto na Bahia quanto no Maranhão. Áreas do interior continua sofrendo com temperaturas bastante elevadas, baixa umidade relativa do ar e tempo seco, inclusive, há risco para queimadas no sertão.

NORTE

Na quinta-feira, a Zona de Convergência Intertropical segue bem ativa pela faixa norte do País e provoca, desta maneira, chuvas fortes com trovoadas desde belém até o noroeste do Amazonas, onde são esperados os maiores acumulados. Já entre o Acre, sul do Pará e Amazonas e todo o Tocantins, a massa de ar seco atua e deixa o tempo aberto, por isso, não se descarta baixa umidade relativa do ar, principalmente no Tocantins, o que coloca a capital Palmas em estado de atenção. Neste estado são esperados também as maiores temperaturas.

Veja mais notícias sobre soja

1 comentário

Deixe um Comentário