Início » Notícias da Agropecuária » Sites e Especiais » Soja Brasil » Soja: USDA prevê safra de 123 milhões de toneladas para o Brasil

MERCADO

Soja: USDA prevê safra de 123 milhões de toneladas para o Brasil

Já para os Estados Unidos, a entidade manteve a perspectiva de uma produção na casa dos 112 milhões de toneladas. Estoques mundiais devem ser recordes

11 de junho de 2019 às 14h14
Por Daniel Popov, de São Paulo
soja

Foto: Governo Federal

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) divulgou nesta terça-feira, dia 11, o seu relatório com as perspectivas para a produção de soja. Segundo a entidade, Brasil e Estados Unidos devem trocar de papéis, com os americanos produzindo algo em torno de 112 milhões de toneladas e os brasileiros 123 milhões de toneladas.

O mercado esperava que o USDA apontasse uma redução na estimativa para a safra americana de soja em 2019/2020, para algo em torno de 111,3 milhões de toneladas, mas a perspectiva foi exatamente igual ao de maio. Na safra anterior (2018/2019) a produção dos EUA ficou em 123,6 milhões de toneladas.

Brasil

A produção brasileira para a nova safra ainda está no campo especulativo, já que não há plantio nesta época, então a entidade americana manteve a perspectiva de uma produção na casa dos 123 milhões de toneladas na safra 2019/2020. Na safra anterior a produção apontada pelo USDA para o país foi de 117 milhões de toneladas, bem diferente das 114 milhões de toneladas estimada pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Argentina

Já a safra 2019/2020 de soja da Argentina deve ficar em torno de 53 milhões de toneladas. Como a situação é parecida com a do Brasil, ainda é cedo para que a perspectiva seja levada muito a sério. Já a safra 2018/2019, que o mercado esperava algo em torno de 56,1 milhões de toneladas, a entidade confirmou 56 milhões de toneladas produzidas.

Estoques

O relatório de junho do USDA projetou uma safra mundial de soja em 2019/2020 de 355,39 milhões de toneladas. Os estoques finais estão estimados em 112,7 milhões de toneladas. O mercado esperava por estoques finais de 114,7 milhões de toneladas.

A produção em 2018/19 teve sua projeção indicada em 362,1 milhões de toneladas. Os estoques finais foram reduzidos de 113,2 milhões para 112,8 milhões de toneladas. O mercado apostava em número de 113,1 milhões de toneladas.

Só os Estados Unidos devem fechar a safra 2018/2019 com um estoque final de 29,13 milhões de toneladas. Já na safra 2019/2020, a previsão é de 23 milhões de toneladas.

Veja mais notícias sobre soja

2 comentários

  1. […] Canal Rural […]

  2. […] Soja: USDA prevê safra de 123 milhões de toneladas para o Brasil  Canal Rural […]

Deixe um Comentário





Início » Notícias da Agropecuária » Sites e Especiais » Soja Brasil » Soja: USDA prevê safra de 123 milhões de toneladas para o Brasil

MERCADO

Soja: USDA prevê safra de 123 milhões de toneladas para o Brasil

Já para os Estados Unidos, a entidade manteve a perspectiva de uma produção na casa dos 112 milhões de toneladas. Estoques mundiais devem ser recordes

11 de junho de 2019 às 14h14
Por Daniel Popov, de São Paulo
soja

Foto: Governo Federal

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) divulgou nesta terça-feira, dia 11, o seu relatório com as perspectivas para a produção de soja. Segundo a entidade, Brasil e Estados Unidos devem trocar de papéis, com os americanos produzindo algo em torno de 112 milhões de toneladas e os brasileiros 123 milhões de toneladas.

O mercado esperava que o USDA apontasse uma redução na estimativa para a safra americana de soja em 2019/2020, para algo em torno de 111,3 milhões de toneladas, mas a perspectiva foi exatamente igual ao de maio. Na safra anterior (2018/2019) a produção dos EUA ficou em 123,6 milhões de toneladas.

Brasil

A produção brasileira para a nova safra ainda está no campo especulativo, já que não há plantio nesta época, então a entidade americana manteve a perspectiva de uma produção na casa dos 123 milhões de toneladas na safra 2019/2020. Na safra anterior a produção apontada pelo USDA para o país foi de 117 milhões de toneladas, bem diferente das 114 milhões de toneladas estimada pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Argentina

Já a safra 2019/2020 de soja da Argentina deve ficar em torno de 53 milhões de toneladas. Como a situação é parecida com a do Brasil, ainda é cedo para que a perspectiva seja levada muito a sério. Já a safra 2018/2019, que o mercado esperava algo em torno de 56,1 milhões de toneladas, a entidade confirmou 56 milhões de toneladas produzidas.

Estoques

O relatório de junho do USDA projetou uma safra mundial de soja em 2019/2020 de 355,39 milhões de toneladas. Os estoques finais estão estimados em 112,7 milhões de toneladas. O mercado esperava por estoques finais de 114,7 milhões de toneladas.

A produção em 2018/19 teve sua projeção indicada em 362,1 milhões de toneladas. Os estoques finais foram reduzidos de 113,2 milhões para 112,8 milhões de toneladas. O mercado apostava em número de 113,1 milhões de toneladas.

Só os Estados Unidos devem fechar a safra 2018/2019 com um estoque final de 29,13 milhões de toneladas. Já na safra 2019/2020, a previsão é de 23 milhões de toneladas.

Veja mais notícias sobre soja

2 comentários

  1. […] Canal Rural […]

  2. […] Soja: USDA prevê safra de 123 milhões de toneladas para o Brasil  Canal Rural […]

Deixe um Comentário





Mais Notícias