Início » Notícias da Agropecuária » Sites e Especiais » Soja Brasil » Soja: Rondônia tem áreas para transformar em lavouras por até R$ 3 mil o hectare

OPORTUNIDADES

Soja: Rondônia tem áreas para transformar em lavouras por até R$ 3 mil o hectare

Segundo a secretaria de Agricultura do estado, as áreas já prontas e produzindo soja chegam a custar R$ 60 mil por hectare, mas dá para achar por menos

02 de outubro de 2019 às 13h10
Por Carolina Lorencetti, de Vilhena (RO)

Em Rondônia, a disponibilidade de áreas agrícolas têm atraído produtores de outros estados para o plantio da soja, não só para a compra, mas também para arrendamento. Mas há outras vantagens, como o escoamento da safra pelo terminal marítimo de Porto Velho, entre outras.

“O preço da terra aqui em Cerejeiras, já pronta para lavoura, varia de R$ 40 mil, por hectare. Já o arrendamento está na média de 12 a 13 sacas por hectare”, diz o produtor Jair Gollo.

O secretário de Agricultura de Vilhena, Jair Dornelas, conta que o preço de venda varia entre as terras que precisam de correção de solo e as que já estão prontas para o plantio.

“Nas terras consideradas terras fracas, com mato para ser aberto, é possível conseguir terras de R$ 1.500 até R$ 3.000 por hectare. Aí temos a outra parte, que é a da soja produzindo no qual os preços passam dos R$ 60 mil o hectare”, comenta.

Para o vice-presidente da Aprosoja-RO, Guilherme Teodoro, uma vantagem de plantar em Rondônia é o escoamento da safra e a chegada de insumos.

“São vários fatores muito importantes para a produção. Temos um clima muito bem definido, com as chuvas nos períodos certos. Temos a topografia de área, a qualidade do solo e também a logística que ajuda muito. Rondônia tem o porto, em Porto Velho, que escoa essa produção e isso é uma coisa muito importante, determinante para questão dos custos, vender melhor o que produzir e conseguir escoar.

Veja mais notícias sobre soja

Deixe um Comentário





Início » Notícias da Agropecuária » Sites e Especiais » Soja Brasil » Soja: Rondônia tem áreas para transformar em lavouras por até R$ 3 mil o hectare

OPORTUNIDADES

Soja: Rondônia tem áreas para transformar em lavouras por até R$ 3 mil o hectare

Segundo a secretaria de Agricultura do estado, as áreas já prontas e produzindo soja chegam a custar R$ 60 mil por hectare, mas dá para achar por menos

02 de outubro de 2019 às 13h10
Por Carolina Lorencetti, de Vilhena (RO)

Em Rondônia, a disponibilidade de áreas agrícolas têm atraído produtores de outros estados para o plantio da soja, não só para a compra, mas também para arrendamento. Mas há outras vantagens, como o escoamento da safra pelo terminal marítimo de Porto Velho, entre outras.

“O preço da terra aqui em Cerejeiras, já pronta para lavoura, varia de R$ 40 mil, por hectare. Já o arrendamento está na média de 12 a 13 sacas por hectare”, diz o produtor Jair Gollo.

O secretário de Agricultura de Vilhena, Jair Dornelas, conta que o preço de venda varia entre as terras que precisam de correção de solo e as que já estão prontas para o plantio.

“Nas terras consideradas terras fracas, com mato para ser aberto, é possível conseguir terras de R$ 1.500 até R$ 3.000 por hectare. Aí temos a outra parte, que é a da soja produzindo no qual os preços passam dos R$ 60 mil o hectare”, comenta.

Para o vice-presidente da Aprosoja-RO, Guilherme Teodoro, uma vantagem de plantar em Rondônia é o escoamento da safra e a chegada de insumos.

“São vários fatores muito importantes para a produção. Temos um clima muito bem definido, com as chuvas nos períodos certos. Temos a topografia de área, a qualidade do solo e também a logística que ajuda muito. Rondônia tem o porto, em Porto Velho, que escoa essa produção e isso é uma coisa muito importante, determinante para questão dos custos, vender melhor o que produzir e conseguir escoar.

Veja mais notícias sobre soja

Deixe um Comentário





Mais Notícias