Home » Sites e Especiais » Soja Brasil » Soja Brasil: frio começa a perder intensidade no Sul e Sudeste do país

CLIMA

Soja Brasil: frio começa a perder intensidade no Sul e Sudeste do país

Também não há previsão de chuvas nestas regiões e nem em Mato Grosso e Goiás. Nestes dois últimos, a umidade do ar está abaixo dos 30% e gera preocupação

17 de julho de 2019 às 08h42
Por Daniel Popov, de São Paulo

A onda de frio começa a perder intensidade a partir desta quarta-feira e, no sábado, os termômetros já podem registrar temperaturas até 4ºC mais elevadas no Sul. No Sudeste essa elevação será um pouco mais lenta. Já em Mato Grosso do Sul o dia promete ser bem gelado, mas sem chuvas. Confira a previsão do tempo para sua região!

SUL

Alguns municípios mais centrais da região Sul amanheceram com temperaturas na casa dos 2ºC, como é o caso de Mangueirinha (PR), Lages (SC) e Erechim(RS). Entretanto a partir desta quinta-feira, dia 17, as temperaturas começarão a subir novamente. No sábado a tendência é que os termômetros registrem mínimas de 12ºC neste miolo. Nas cidades mais distantes do centro da região Sul, como Londrina as mínimas devem ser de 15ºC no sábado.

O tempo seco deve predominar até o domingo em toda a região Sul. As chuvas estão previstas para voltar na segunda-feira, como volumes acumulados na casa dos 10 mm em alguns municípios.

SUDESTE

Assim como no Sul, as temperaturas mínimas (que se encontram na casa dos 5ºC em alguns municípios) começam a subir nesta quarta-feira. A diferença é que no sábado, os termômetros apontarão mínimas com no máximo 2ºC mais quentes, ou seja, não se elevarão tanto assim.

As chuvas também seguem escassas e não há previsão até domingo, tanto em São Paulo , quanto em Minas Gerais.

CENTRO-OESTE

Na quarta-feira, o tempo volta a ficar firme no Mato Grosso do Sul, visto que o sistema frontal que trouxe instabilidades já se encontra no oceano. Porém, uma massa de ar polar chega ao estado, derrubando as temperaturas. Não só ali, mas também em Goiás. Apenas o norte de Goiás e Mato Grosso não sentem os efeitos dessa massa de ar polar, permanecendo quente e seco ao longo do dia.

O tempo seco deve predominar na quinta-feira em toda a região Centro-Oeste, fazendo com que a umidade do ar volte a baixar durante a tarde, atingindo níveis críticos abaixo dos 30% em alguns pontos.

Até domingo não deve chover nem em Mato Grosso, nem em Goiás. Só o Mato Grosso do Sul deve ter algum volume de precipitações na sexta-feira, mas bem localizado mais ao sul do estado e com volumes inferiores a 3 mm.

NORDESTE

As áreas agrícolas da Bahia seguem sem a previsão de chuvas nos próximos dias. Somente nos municípios do Maranhão localizados do centro do estado para o norte podem registrar algumas precipitações, como em Bacabal (MA), com 4 mm acumulados entre esta quarta e a quinta-feira.

NORTE

Nesta quarta-feira, as chuvas ocorrem na forma de pancada em quase toda a região, com exceção do Tocantins, Rondônia e sul dos estado do Pará e Amazonas, onde os tempo segue firme. A chuva mais volumosa ocorre no extremo norte, entre Amazonas e Roraima.

A quinta-feira segue com a chuva espalhada de forma muito semelhante, com chuva volumosa no extremo norte, incluindo o Pará desta vez, e tempo seco na faixa sul da região, com Rondônia e Tocantins. O tempo instável ainda predomina em grande parte da região, mas o tempo seco ganha espaço no Pará. Mas a chuva mais volumosa ainda ocorre no norte da região.

Veja mais notícias sobre soja

Deixe um Comentário





Home » Sites e Especiais » Soja Brasil » Soja Brasil: frio começa a perder intensidade no Sul e Sudeste do país

CLIMA

Soja Brasil: frio começa a perder intensidade no Sul e Sudeste do país

Também não há previsão de chuvas nestas regiões e nem em Mato Grosso e Goiás. Nestes dois últimos, a umidade do ar está abaixo dos 30% e gera preocupação

17 de julho de 2019 às 08h42
Por Daniel Popov, de São Paulo

A onda de frio começa a perder intensidade a partir desta quarta-feira e, no sábado, os termômetros já podem registrar temperaturas até 4ºC mais elevadas no Sul. No Sudeste essa elevação será um pouco mais lenta. Já em Mato Grosso do Sul o dia promete ser bem gelado, mas sem chuvas. Confira a previsão do tempo para sua região!

SUL

Alguns municípios mais centrais da região Sul amanheceram com temperaturas na casa dos 2ºC, como é o caso de Mangueirinha (PR), Lages (SC) e Erechim(RS). Entretanto a partir desta quinta-feira, dia 17, as temperaturas começarão a subir novamente. No sábado a tendência é que os termômetros registrem mínimas de 12ºC neste miolo. Nas cidades mais distantes do centro da região Sul, como Londrina as mínimas devem ser de 15ºC no sábado.

O tempo seco deve predominar até o domingo em toda a região Sul. As chuvas estão previstas para voltar na segunda-feira, como volumes acumulados na casa dos 10 mm em alguns municípios.

SUDESTE

Assim como no Sul, as temperaturas mínimas (que se encontram na casa dos 5ºC em alguns municípios) começam a subir nesta quarta-feira. A diferença é que no sábado, os termômetros apontarão mínimas com no máximo 2ºC mais quentes, ou seja, não se elevarão tanto assim.

As chuvas também seguem escassas e não há previsão até domingo, tanto em São Paulo , quanto em Minas Gerais.

CENTRO-OESTE

Na quarta-feira, o tempo volta a ficar firme no Mato Grosso do Sul, visto que o sistema frontal que trouxe instabilidades já se encontra no oceano. Porém, uma massa de ar polar chega ao estado, derrubando as temperaturas. Não só ali, mas também em Goiás. Apenas o norte de Goiás e Mato Grosso não sentem os efeitos dessa massa de ar polar, permanecendo quente e seco ao longo do dia.

O tempo seco deve predominar na quinta-feira em toda a região Centro-Oeste, fazendo com que a umidade do ar volte a baixar durante a tarde, atingindo níveis críticos abaixo dos 30% em alguns pontos.

Até domingo não deve chover nem em Mato Grosso, nem em Goiás. Só o Mato Grosso do Sul deve ter algum volume de precipitações na sexta-feira, mas bem localizado mais ao sul do estado e com volumes inferiores a 3 mm.

NORDESTE

As áreas agrícolas da Bahia seguem sem a previsão de chuvas nos próximos dias. Somente nos municípios do Maranhão localizados do centro do estado para o norte podem registrar algumas precipitações, como em Bacabal (MA), com 4 mm acumulados entre esta quarta e a quinta-feira.

NORTE

Nesta quarta-feira, as chuvas ocorrem na forma de pancada em quase toda a região, com exceção do Tocantins, Rondônia e sul dos estado do Pará e Amazonas, onde os tempo segue firme. A chuva mais volumosa ocorre no extremo norte, entre Amazonas e Roraima.

A quinta-feira segue com a chuva espalhada de forma muito semelhante, com chuva volumosa no extremo norte, incluindo o Pará desta vez, e tempo seco na faixa sul da região, com Rondônia e Tocantins. O tempo instável ainda predomina em grande parte da região, mas o tempo seco ganha espaço no Pará. Mas a chuva mais volumosa ainda ocorre no norte da região.

Veja mais notícias sobre soja

Deixe um Comentário





Mais Notícias