Início » Notícias da Agropecuária » Sites e Especiais » Soja Brasil » Soja Brasil: confira como será o frio e onde choverá no fim de semana

CLIMA

Soja Brasil: confira como será o frio e onde choverá no fim de semana

Para alguns estados o frio virá acompanhado de chuvas e a sensação térmica despencará. Até neve está previsto para alguns municípios

02 de agosto de 2019 às 08h24
Por Daniel Popov, de São Paulo
clima tempo chuva

Foto: Pixabay

As chuvas que estavam instaladas no Sul do país sobem agora para o Sudeste e Centro-Oeste do país. Na sexta ainda deve ter precipitações no Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, mas ela cessará no sábado e domingo, Já no Sudeste chuvas todos os dias. Em Mato Grosso do Sul, parte de Mato Grosso e o sul de Goiás, as instabilidades retornam, mesmo que com poucos acumulados. Já o frio, melhor ver abaixo como ele será em cada região!

SUL

O frio segue se espalhando e se intensificando na região nesta sexta-feira. Boa parte dos estados também deve registrar chuvas no dia. Com estes dois fatores há até a chance de neve em alguns municípios, como em Palmas (PR). Os volumes de precipitações acumulados nesta sexta-feira não devem ultrapassar a casa dos 12 mm. Só que os termômetros irão cair durante o dia e algumas cidades podem registrar até 1ºC da tarde para a noite.

No sábado as temperaturas seguem caindo mais e a manhã pode começar com geada em vários municípios do Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Em Passo Fundo (RS) não choverá e os 2ºC trarão geadas. O mesmo acontece em Chapecó (SP) e Pato Branco (PR), só que ali a sensação térmica (apesar do 1ºC) será de -4ºC.

O domingo segue com tempo firme para toda a região Sul, mas a manhã deve ser ainda mais fria, que no dia anterior. A tarde os termômetros sobem mais do que no sábado, mas não o suficiente para diminuir a sensação de frio.

SUDESTE

O fim de semana promete ser chuvoso para São Paulo e parte de Minas Gerais. Agrega-se a isso os termômetros em queda em boa parte dos municípios.

Nesta sexta-feira, os volumes máximos nas áreas de São Paulo onde se plantará soja (em setembro) podem chegar a 6 mm. Já as temperaturas variam de mínimas de 12ºC e máximas de 27ºC. Em Minas Gerais as precipitações serão menores, na casa dos 3 mm e as temperaturas podem ser mais elevadas que para os paulistas.

O sábado seguirá chuvoso, com quantidades até um pouco maiores em São Paulo, ante o dia anterior e as temperaturas caem mais. Em Itapeva, por exemplo, as mínimas serão de 9ºC, chovendo na parte da manhã. Em Uberaba (MG), a tendência é de instabilidades na parte da tarde e temperaturas mínimas na casa dos 16ºC.

No domingo o frio atinge seu pico e as mínimas podem chegar a 6ºC em itapeva (SP) e 9ºC em Uberaba. O dia ainda será marcado por chuvas nos dois estado e municípios citados.

CENTRO-OESTE

As chuvas finalmente cairão em algumas áreas agrícolas do Centro-Oeste nesta sexta-feira. Em Goiás, por exemplo, chove ali na região de Mineiros, com 2 mm. Em Mato Grosso, é na parte sul, ali no Alto Taquari que serão registrados algumas instabilidades de também 2 mm. Já em Campo Grande (MS), a tendência é de volumes maiores na casa dos 7 mm. No centro e norte de Mato Grosso e Goiás o tempo segue firme.

No sábado pelo menos Mato Grosso do Sul começará a sentir a onda de frio. Em Dourados os termômetros que marcavam mínimas de 10ºC na sexta, cairão para 8ºC. Ainda chove no estado, mas com volumes menores de 2 mm. Na parte sul de Goiás e Mato Grosso chove um pouco mais do que no dia anterior, com volumes de até 4 mm em Mineiros e Alto Taquari. Por ali também será sentida a queda na temperatura, podendo ter mínimas de 12ºC. No centro e norte de Mato Grosso e Goiás o tempo segue firme.

O domingo ainda será marcado por chuvas nas regiões destacadas acima. Assim como no Sul e Sudeste do estado o domingo será bastante frio, com as mínimas chegando a 4ºC em Dourados (MS), 8ºC em Alto Taquari e 10ºC em Mineiros (GO). Para para cima destes municípios a queda na temperatura será sentida também, mas as mínimas serão de 14º, como em Sorriso e 12º em Rio Verde.

NORDESTE

Ao longo desta sexta-feira, a precipitação irá persistir apenas na faixa litorânea do nordeste, porém sem condição para acumulados significativos. Isso por conta de ventos que sopram do oceano em direção ao continente, provocando essa condição para precipitação. E no interior o tempo seco e com baixa umidade predominam.

Neste próximo sábado haverá poucas mudanças no tempo, pois os ventos do mar seguem soprando contra o litoral nordestino, trazendo umidade e instabilidades para esta faixa. No interior a baixa umidade do ar ainda predomina, não chove.

O domingo começa com possibilidade para formação de nevoeiro no litoral baiano e a influência de uma frente fria vinda do Sudeste provoca aumento da condição para chuva entre áreas da Zona da Mata e Agreste no estado da Bahia. Além disso, as demais áreas litorâneas do Nordeste seguem com ventos úmidos do mar, assim ainda há formação de muitas nuvens e condição de chuva isolada nestas áreas. O calor dá uma boa diminuída no centro sul da Bahia com a chegada da frente fria ao litoral sul.

NORTE

Ao longo da sexta-feira, a chuva ficará concentrada na faixa norte da região, com condição para vir acompanhada por descargas elétricas e rajadas de vento. E na faixa sul amazônica o tempo firme segue predominando.

Neste próximo sábado a chuva segue mais concentrada na faixa norte. Uma frente fria avança sobre o país, e deve também trazer reflexos para o Acre e Rondônia, com aumento de nebulosidade e queda nas temperaturas, fenômeno conhecido como friagem.

Os maiores volumes de água no domingo se concentram sobre o estado de Roraima, cerca de 30 mm estão previstos inclusive para a capital Boa Vista. Belém e Macapá também tem possibilidade de chuva mais expressiva. Já a faixa sul de toda a região Norte ainda conta com o tempo seco. O fenômeno friagem ainda deverá ocorrer na manhã de domingo entre o Acre e Rondônia, deixando as temperaturas baixas pela manhã e amenas à tarde.

Veja mais notícias sobre soja

Deixe um Comentário





Início » Notícias da Agropecuária » Sites e Especiais » Soja Brasil » Soja Brasil: confira como será o frio e onde choverá no fim de semana

CLIMA

Soja Brasil: confira como será o frio e onde choverá no fim de semana

Para alguns estados o frio virá acompanhado de chuvas e a sensação térmica despencará. Até neve está previsto para alguns municípios

02 de agosto de 2019 às 08h24
Por Daniel Popov, de São Paulo
clima tempo chuva

Foto: Pixabay

As chuvas que estavam instaladas no Sul do país sobem agora para o Sudeste e Centro-Oeste do país. Na sexta ainda deve ter precipitações no Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, mas ela cessará no sábado e domingo, Já no Sudeste chuvas todos os dias. Em Mato Grosso do Sul, parte de Mato Grosso e o sul de Goiás, as instabilidades retornam, mesmo que com poucos acumulados. Já o frio, melhor ver abaixo como ele será em cada região!

SUL

O frio segue se espalhando e se intensificando na região nesta sexta-feira. Boa parte dos estados também deve registrar chuvas no dia. Com estes dois fatores há até a chance de neve em alguns municípios, como em Palmas (PR). Os volumes de precipitações acumulados nesta sexta-feira não devem ultrapassar a casa dos 12 mm. Só que os termômetros irão cair durante o dia e algumas cidades podem registrar até 1ºC da tarde para a noite.

No sábado as temperaturas seguem caindo mais e a manhã pode começar com geada em vários municípios do Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Em Passo Fundo (RS) não choverá e os 2ºC trarão geadas. O mesmo acontece em Chapecó (SP) e Pato Branco (PR), só que ali a sensação térmica (apesar do 1ºC) será de -4ºC.

O domingo segue com tempo firme para toda a região Sul, mas a manhã deve ser ainda mais fria, que no dia anterior. A tarde os termômetros sobem mais do que no sábado, mas não o suficiente para diminuir a sensação de frio.

SUDESTE

O fim de semana promete ser chuvoso para São Paulo e parte de Minas Gerais. Agrega-se a isso os termômetros em queda em boa parte dos municípios.

Nesta sexta-feira, os volumes máximos nas áreas de São Paulo onde se plantará soja (em setembro) podem chegar a 6 mm. Já as temperaturas variam de mínimas de 12ºC e máximas de 27ºC. Em Minas Gerais as precipitações serão menores, na casa dos 3 mm e as temperaturas podem ser mais elevadas que para os paulistas.

O sábado seguirá chuvoso, com quantidades até um pouco maiores em São Paulo, ante o dia anterior e as temperaturas caem mais. Em Itapeva, por exemplo, as mínimas serão de 9ºC, chovendo na parte da manhã. Em Uberaba (MG), a tendência é de instabilidades na parte da tarde e temperaturas mínimas na casa dos 16ºC.

No domingo o frio atinge seu pico e as mínimas podem chegar a 6ºC em itapeva (SP) e 9ºC em Uberaba. O dia ainda será marcado por chuvas nos dois estado e municípios citados.

CENTRO-OESTE

As chuvas finalmente cairão em algumas áreas agrícolas do Centro-Oeste nesta sexta-feira. Em Goiás, por exemplo, chove ali na região de Mineiros, com 2 mm. Em Mato Grosso, é na parte sul, ali no Alto Taquari que serão registrados algumas instabilidades de também 2 mm. Já em Campo Grande (MS), a tendência é de volumes maiores na casa dos 7 mm. No centro e norte de Mato Grosso e Goiás o tempo segue firme.

No sábado pelo menos Mato Grosso do Sul começará a sentir a onda de frio. Em Dourados os termômetros que marcavam mínimas de 10ºC na sexta, cairão para 8ºC. Ainda chove no estado, mas com volumes menores de 2 mm. Na parte sul de Goiás e Mato Grosso chove um pouco mais do que no dia anterior, com volumes de até 4 mm em Mineiros e Alto Taquari. Por ali também será sentida a queda na temperatura, podendo ter mínimas de 12ºC. No centro e norte de Mato Grosso e Goiás o tempo segue firme.

O domingo ainda será marcado por chuvas nas regiões destacadas acima. Assim como no Sul e Sudeste do estado o domingo será bastante frio, com as mínimas chegando a 4ºC em Dourados (MS), 8ºC em Alto Taquari e 10ºC em Mineiros (GO). Para para cima destes municípios a queda na temperatura será sentida também, mas as mínimas serão de 14º, como em Sorriso e 12º em Rio Verde.

NORDESTE

Ao longo desta sexta-feira, a precipitação irá persistir apenas na faixa litorânea do nordeste, porém sem condição para acumulados significativos. Isso por conta de ventos que sopram do oceano em direção ao continente, provocando essa condição para precipitação. E no interior o tempo seco e com baixa umidade predominam.

Neste próximo sábado haverá poucas mudanças no tempo, pois os ventos do mar seguem soprando contra o litoral nordestino, trazendo umidade e instabilidades para esta faixa. No interior a baixa umidade do ar ainda predomina, não chove.

O domingo começa com possibilidade para formação de nevoeiro no litoral baiano e a influência de uma frente fria vinda do Sudeste provoca aumento da condição para chuva entre áreas da Zona da Mata e Agreste no estado da Bahia. Além disso, as demais áreas litorâneas do Nordeste seguem com ventos úmidos do mar, assim ainda há formação de muitas nuvens e condição de chuva isolada nestas áreas. O calor dá uma boa diminuída no centro sul da Bahia com a chegada da frente fria ao litoral sul.

NORTE

Ao longo da sexta-feira, a chuva ficará concentrada na faixa norte da região, com condição para vir acompanhada por descargas elétricas e rajadas de vento. E na faixa sul amazônica o tempo firme segue predominando.

Neste próximo sábado a chuva segue mais concentrada na faixa norte. Uma frente fria avança sobre o país, e deve também trazer reflexos para o Acre e Rondônia, com aumento de nebulosidade e queda nas temperaturas, fenômeno conhecido como friagem.

Os maiores volumes de água no domingo se concentram sobre o estado de Roraima, cerca de 30 mm estão previstos inclusive para a capital Boa Vista. Belém e Macapá também tem possibilidade de chuva mais expressiva. Já a faixa sul de toda a região Norte ainda conta com o tempo seco. O fenômeno friagem ainda deverá ocorrer na manhã de domingo entre o Acre e Rondônia, deixando as temperaturas baixas pela manhã e amenas à tarde.

Veja mais notícias sobre soja

Deixe um Comentário





Mais Notícias