Início » Notícias da Agropecuária » Sites e Especiais » Soja Brasil » Saca de soja sobe R$ 1 e mercado brasileiro tem dia bem movimentado

FECHAMENTO

Saca de soja sobe R$ 1 e mercado brasileiro tem dia bem movimentado

Segundo a consultoria Safras, a alta foi puxada pelas valorizações dos contratos futuros na Bolsa de Chicago e do dólar. Pelo menos 300 mil toneladas trocaram de mãos

07 de novembro de 2019 às 19h32
Por Agência Safras
soja

Nos portos de Paranaguá e Rio Grande, a saca de soja está cotada a R$ 90. Foto: Osvaldo Soares/Sagrada Familia (RS)

O mercado brasileiro de soja teve uma quinta-feira, 7, movimentada devido às altas da oleaginosa na Bolsa de Chicago e do dólar. De acordo com a consultoria Safras, os preços subiram até R$ 1 e atingiram os patamares esperados pelos produtores. “Como resultado, a comercialização ganhou ritmo”, informa.

Levantamento da empresa indica que pelos menos 300 mil toneladas trocaram de mãos. Há reportes de negócios envolvendo 100 mil toneladas no Rio Grande do Sul e o mesmo volume no Paraná. Outras 60 mil toneladas foram comercializadas em Minas e cerca de 30 mil toneladas em Goiás, Mapitoba e São Paulo, em cada um dos estados.

Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos de soja subiu de R$ 84,50 para R$ 85,50. Na região das Missões, avançou de R$ 84 para R$ 85. No porto de Rio Grande, aumentou de R$ 89,50 para R$ 90.

Em Cascavel (PR), o preço passou de R$ 83,50 para R$ 84 por saca. No porto de Paranaguá (PR), subiu de R$ 89,50 para R$ 90.

Já em Rondonópolis (MT), a cotação da soja ficou em R$ 82 por saca. Em Dourados (MS), aumentou de R$ 83 para R$ 84. Em Rio Verde (GO), avançou de R$ 80 para R$ 81.

Veja mais notícias sobre soja

Deixe um Comentário





Início » Notícias da Agropecuária » Sites e Especiais » Soja Brasil » Saca de soja sobe R$ 1 e mercado brasileiro tem dia bem movimentado

FECHAMENTO

Saca de soja sobe R$ 1 e mercado brasileiro tem dia bem movimentado

Segundo a consultoria Safras, a alta foi puxada pelas valorizações dos contratos futuros na Bolsa de Chicago e do dólar. Pelo menos 300 mil toneladas trocaram de mãos

07 de novembro de 2019 às 19h32
Por Agência Safras
soja

Nos portos de Paranaguá e Rio Grande, a saca de soja está cotada a R$ 90. Foto: Osvaldo Soares/Sagrada Familia (RS)

O mercado brasileiro de soja teve uma quinta-feira, 7, movimentada devido às altas da oleaginosa na Bolsa de Chicago e do dólar. De acordo com a consultoria Safras, os preços subiram até R$ 1 e atingiram os patamares esperados pelos produtores. “Como resultado, a comercialização ganhou ritmo”, informa.

Levantamento da empresa indica que pelos menos 300 mil toneladas trocaram de mãos. Há reportes de negócios envolvendo 100 mil toneladas no Rio Grande do Sul e o mesmo volume no Paraná. Outras 60 mil toneladas foram comercializadas em Minas e cerca de 30 mil toneladas em Goiás, Mapitoba e São Paulo, em cada um dos estados.

Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos de soja subiu de R$ 84,50 para R$ 85,50. Na região das Missões, avançou de R$ 84 para R$ 85. No porto de Rio Grande, aumentou de R$ 89,50 para R$ 90.

Em Cascavel (PR), o preço passou de R$ 83,50 para R$ 84 por saca. No porto de Paranaguá (PR), subiu de R$ 89,50 para R$ 90.

Já em Rondonópolis (MT), a cotação da soja ficou em R$ 82 por saca. Em Dourados (MS), aumentou de R$ 83 para R$ 84. Em Rio Verde (GO), avançou de R$ 80 para R$ 81.

Veja mais notícias sobre soja

Deixe um Comentário





Mais Notícias