2018/2019

Fim da colheita: Rio Verde (GO) e Dourados (MS) confirmam produtividades ruins

Quebras aconteceram após problemas climáticos. Há até relatos de produtores que colheram apenas 10 sacas por hectare

lavoura seca

Há algum tempo já se sabe que alguns estados teriam quebra na produção de soja, causados por problemas climáticos. Segundo estimativa da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) Goiás deve fechar o ano com uma colheita 6% menor que do ano passado e Mato Grosso do Sul, com 14% de quebra. Com o fim dos trabalhos de retirada da soja, dois importantes municípios produtores confirmaram esta expectativa.

Goiás

A colheita de safra de soja 2018/2019 em Rio Verde, no sudoeste do estado, foi concluída na área cultivada de 340 mil hectares, de acordo com informações do departamento técnico da Cooperativa Mista dos Produtores do Sudoeste Goiano (Comigo).

De acordo com o engenheiro-agrônomo Winícius Eduardo Lima Leão, o rendimento médio final das lavouras ficou bem abaixo dos volumes iniciais previstos, que variaram entre entre 3.600 e 3.900 quilos por hectare, atingindo 3.180 quilos por hectare.

O último levantamento divulgado pela consultoria Safras & Mercado, estima que o estado semeou uma área de 3,58 milhões de hectares de soja na safra 2018/2019, alta de 2,3% ante os 3,5 milhões de hectares registrados na safra anterior . A produção de oleaginosa deverá atingir 11,9 milhões de toneladas, 7,6% aquém das 12,9 milhões de toneladas colhidas na safra passada. A produtividade média esperada é de 3.360 quilos por hectare, aquém dos 3.720 quilos por hectare registrados em 2017/18.

Mato Grosso do Sul

A colheita de soja em Dourados, no sul do estado, foi concluída recentemente e alcançou uma produtividade ao redor de 3.000 quilos por hectare, segundo informações do departamento técnico da Coperplan. No ano passado a média obtida foi de 3,6 mil quilos por hectare.

De acordo com o engenheiro-agrônomo da cooperativa, as produtividades médias variaram muito de região para outra. “Alguns produtores, bastante afetados pela estiagem, conseguiram colher 10 sacas de 60 quilos por hectare. Outros, que não tiveram problemas, conseguiram colher mais”, disse ele para a Agência Safras.

O levantamento da consultoria Safras & mercado mostrou que a área cultivada com soja em Mato Grosso do Sul na safra 2018/2019 foi de 2,84 milhões de hectares, com alta de 5,2% em relação à temporada anterior. A produção estimada é de 8,647 milhões de toneladas, 10,6% abaixo das 9,671 milhões de toneladas registradas na temporada 2017/2018. O rendimento médio previsto é de 3.060 quilos por hectare.

Veja mais notícias sobre soja

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Um comentário em “Fim da colheita: Rio Verde (GO) e Dourados (MS) confirmam produtividades ruins

css.php
Assine grátis a melhor newsletter sobre agronegócios do Brasil