TECNOLOGIA

CTNBio aprova uso comercial de soja transgênica tolerante à seca

Medida abre período de 30 dias para comentários e consultas públicas antes que o documento definitivo de aprovação possa ser emitido

soja tolerante a seca
Foto: TMG/divulgação

A Tropical Melhoramento & Genética (TMG) e a Verdeca, joint venture entre a Arcadia Biosciences e a Bioceres, anunciaram na última semana que completaram todo o processo de desregulamentação perante à Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) e receberam a aprovação comercial, no Brasil, para a característica transgênica tolerante à seca HB4 em soja, da Verdeca. A aprovação permite o plantio e a colheita de variedades de soja com esse evento no país.

Além da característica HB4 sozinha, um outro evento combinando HB4 com tolerância ao herbicida glifosato também foi aprovado.

Segundo a TMG, a aprovação pela CTNBio abre um período de 30 dias para comentários e consultas públicas antes que o documento definitivo de aprovação possa ser emitido. Além disso, o lançamento comercial da característica HB4 no Brasil depende de aprovações dos principais países importadores de grãos de soja, que estão em andamento, e de processos de registro de variedades.

De acordo com a TMG, nas duas últimas safras diversas regiões da América do Sul enfrentaram condições significativas de estresse hídrico, e a tecnologia HB4 teria evitado significativamente as perdas de rendimento da soja, principalmente na Argentina e no Sul do Brasil. O uso contínuo dessa tecnologia também reduziria o risco de perdas devido a condições de seca locais ou regionais, que ocorrem a cada safra.

Para o gestor de pesquisa da empresa, Alexandre Garcia, a aprovação comercial da característica HB4 permitirá testes maiores para melhoramento genético, registro de cultivares de soja e produção de sementes em território brasileiro.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


3 comentário em “CTNBio aprova uso comercial de soja transgênica tolerante à seca

  1. É alarmante! Decadente e surreal, deparar-se com uma matéria dessa! Em meio a tantos escândalos envolvendo as empresas pioneiras com transgênicos e OGMS, como Monsanto/Bayer, (que nos Estados Unidos) pagam indenizações milionárias, pelos danos causados aos seus conterrâneos e um Órgão governamental como CTNBIO, ainda submete o povo a consulta pública para eventual aprovação! Quanto acinte e afronta! Mesmo depois da pesquisa do professor/cientista e pesquisador em Caen-França, demonstrando os ratos radioativados, alimentados com transgênicos. Confira, você mesmo “as doenças que os transgênicos causam” no Google e o link: Epoch Times.

css.php
Assine grátis a melhor newsletter sobre agronegócios do Brasil