VEM ÁGUA AI

Colheita da soja deve ser adiada pelas chuvas dos próximos dias

Segundo os mapas da Somar Meteorologia, as precipitações voltam de maneira quase generalizada para todo o país. Confira a previsão!

A quinta-feira começa com poucas nuvens e tempo firme na região Sul e boa parte da Bahia. Na região Sudeste, uma baixa pressão na organiza a umidade e favorece a formação de instabilidades, chove em algumas áreas de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e nas demais regiões brasileiras, Centro-Oeste, Norte e Nordeste.

Os mapas mostram que as chuvas retornam quase de maneira generalizada para todo o país nos próximos dias. Parte do Rio Grande do Sul ainda terá tempo firme na sexta, mas depois verá o retorno das chuvas. Já a Bahia que tem enfrentado dias mais secos, verá precipitações moderadas na parte sul do estado. Confira abaixo o mapa!

SUL

As instabilidades perdem intensidade e uma massa de ar mais seco atua em praticamente todo Rio Grande do Sul e metade sul de Santa Catarina, com predomínio de sol entre pouca variação de nebulosidade. Entre o norte de Santa Catarina e o Paraná, há condições para chuva em forma de pancadas com trovoadas, rajadas de vento e acumulados expressivos, por influência de ventos em altos níveis da atmosfera e uma área de baixa pressão no Paraguai. As temperaturas sobem em grande parte da região.

SUDESTE

A chuva ganha intensidade em áreas do Sudeste. Entre o sul de São Paulo, Vale do Paraíba, sul de Minas Gerais e o Rio de Janeiro, a chuva será acompanhada por descargas elétricas, enquanto no sul de São Paulo espera-se maior volume de água e risco para transtornos. A chuva dessa vez será influenciada por um corredor de umidade que transporta ar quente e úmido da região Norte do país para áreas mais centrais além da presença de uma área de baixa pressão atmosférica e uma frente fria na costa de São Paulo. Há condições para chuva durante a manhã no leste do Estado de São Paulo, mas vale ressaltar que a chuva vem alternada com períodos de sol ao longo do dia, mesmo que acompanhada de eventual trovoada. Apenas no extremo norte mineiro o tempo segue firme. As temperaturas seguem em elevação em toda a região e o calor aumenta.

CENTRO-OESTE

As instabilidades persistem e a chuva ainda ocorre sobre todo o Centro-Oeste, com menores condições para temporais no norte de Mato Grosso do Sul e de Goiás, onde inclusive, os acumulados são menores. Apenas no sul de Mato Grosso do Sul, as instabilidades associadas aos ventos úmidos vindos da região Norte, favorecem chuva forte e com volume de água elevado. A chuva é mais pontual e com menor intensidade nas demais áreas da região. O calor segue intenso em toda os estados.

NORDESTE

A chuva segue ocorrendo em forma de pancadas de chuva tropicais, intercaladas com períodos de sol entre poucas nuvens e calor.No entanto, os acumulados seguem expressivos no norte do Pará, parte do Amapá e também entre o Acre e Rondônia, o que já vem preocupando a situação do Rio Madeira. No restante da região, as pancadas acontecem de forma pontual e intercaladas com sol, garantindo um dia quente e abafado.

NORTE

A chuva segue ocorrendo em forma de pancadas de chuva tropicais, intercaladas com períodos de sol entre poucas nuvens e calor. No entanto, os acumulados seguem expressivos no norte do Pará, parte do Amapá e também entre o Acre e Rondônia, o que já vem preocupando a situação do Rio Madeira. No restante da região, as pancadas acontecem de forma pontual e intercaladas com sol, garantindo um dia quente e abafado.

Veja mais notícias sobre soja

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


css.php
Assine grátis a melhor newsletter sobre agronegócios do Brasil