Início » Notícias da Agropecuária » Sites e Especiais » Soja Brasil » Aprosoja visita lavouras de soja dos EUA e diz que USDA não está certo

DESCONFIANÇA

Aprosoja visita lavouras de soja dos EUA e diz que USDA não está certo

Presidente da Aprosoja Brasil, Bartolomeu Braz, diz que nem mesmo os produtores do país estão acreditando nas informações repassadas pela entidade

14 de agosto de 2019 às 11h29
Por Daniel Popov, de São Paulo

A dúvida de muitos produtores brasileiros a respeito dos dados divulgados pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) sobre a safra americana de soja, parece fazer sentido. Em um tour pelo cinturão agrícola do país, os representantes da Aprosoja disseram que nem mesmo os norte-americanos concordaram com o último relatório divulgado pela entidade.

Segundo o presidente da Aprosoja Brasil, Bartolomeu Braz, o relatório foi uma decepção e as informações não estão conectadas com a realidade que foram observadas. “Alguns estados estão com as lavouras muito prejudicadas, muitas áreas sem plantio, semeadura fora da janela ideal. Então é meio duvidoso os dados do USDA. Nem o produtor americano está concordando com as informações repassadas pela entidade, assim com os nós brasileiros”, relata.

O presidente da Aprosoja Mato Grosso, Antonio Galvan, foi na mesma linha e percebeu a insatisfação dos produtores de grãos dos Estados Unidos. “Os americanos acreditam muito no USDA, mas este último relatório gerou dúvidas e eles dizem não acreditar naquelas informações”, diz.

Tem estado com safra boa

Se a passagem por Illinois mostrou lavouras bastante prejudicadas, o estado de Wisconsin já tinha outra realidade, garantiu o representante da Famato Marcos da Rosa, que também é produtor rural.

“As lavouras em Wisconsin estão em boas condições, quase não vimos problemas por ali. Mas vale ressaltar que a produção de soja dali não é tão significante assim”, afirma.

Veja mais notícias sobre soja

2 comentários

  1. Alceu em 15 de agosto de 2019 às 09:02

    Muito importante esta informação, pois nem sempre aquilo divulgado pelas entidades do governo representam o entendimento do produtor.
    Os produtores de lá quase têm dificuldades semelhantes.

  2. Alceu em 15 de agosto de 2019 às 09:03

    Parabéns à Aprosoja!

Deixe um Comentário





Início » Notícias da Agropecuária » Sites e Especiais » Soja Brasil » Aprosoja visita lavouras de soja dos EUA e diz que USDA não está certo

DESCONFIANÇA

Aprosoja visita lavouras de soja dos EUA e diz que USDA não está certo

Presidente da Aprosoja Brasil, Bartolomeu Braz, diz que nem mesmo os produtores do país estão acreditando nas informações repassadas pela entidade

14 de agosto de 2019 às 11h29
Por Daniel Popov, de São Paulo

A dúvida de muitos produtores brasileiros a respeito dos dados divulgados pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) sobre a safra americana de soja, parece fazer sentido. Em um tour pelo cinturão agrícola do país, os representantes da Aprosoja disseram que nem mesmo os norte-americanos concordaram com o último relatório divulgado pela entidade.

Segundo o presidente da Aprosoja Brasil, Bartolomeu Braz, o relatório foi uma decepção e as informações não estão conectadas com a realidade que foram observadas. “Alguns estados estão com as lavouras muito prejudicadas, muitas áreas sem plantio, semeadura fora da janela ideal. Então é meio duvidoso os dados do USDA. Nem o produtor americano está concordando com as informações repassadas pela entidade, assim com os nós brasileiros”, relata.

O presidente da Aprosoja Mato Grosso, Antonio Galvan, foi na mesma linha e percebeu a insatisfação dos produtores de grãos dos Estados Unidos. “Os americanos acreditam muito no USDA, mas este último relatório gerou dúvidas e eles dizem não acreditar naquelas informações”, diz.

Tem estado com safra boa

Se a passagem por Illinois mostrou lavouras bastante prejudicadas, o estado de Wisconsin já tinha outra realidade, garantiu o representante da Famato Marcos da Rosa, que também é produtor rural.

“As lavouras em Wisconsin estão em boas condições, quase não vimos problemas por ali. Mas vale ressaltar que a produção de soja dali não é tão significante assim”, afirma.

Veja mais notícias sobre soja

2 comentários

  1. Alceu em 15 de agosto de 2019 às 09:02

    Muito importante esta informação, pois nem sempre aquilo divulgado pelas entidades do governo representam o entendimento do produtor.
    Os produtores de lá quase têm dificuldades semelhantes.

  2. Alceu em 15 de agosto de 2019 às 09:03

    Parabéns à Aprosoja!

Deixe um Comentário





Mais Notícias