ARRIBA!

México: berço do milho, do chocolate e da tequila quer ser mais que sede de copas

Craque nas exportações de produtos agropecuários, país já sediou dois mundiais mas ainda não venceu nenhum 

Fonte: Sagarpa-México

Maior potência da América Latina depois do Brasil, o México tem sua economia voltada para as exportações. Produtos do agro embarcados para outros mercados perdem em valor e volume para carros, máquinas e outros equipamentos. Ainda assim, impressiona a variedade de artigos que seguem dos campos mexicanos para o exterior. De frutas e verduras a carne de bovinos e suínos, passando por frutos do mar e até café, o país vende de tudo, especialmente para os Estados Unidos, que abocanham cerca de 80% do que é produzido pelos mexicanos.

O milho é um produto com peso modesto nas exportações, mas de importância gigantesca do ponto de visto histórico e cultural. Foi no México que surgiu a planta que deu origem ao cereal conforme o conhecemos hoje. De acordo com a mitologia mexicana, o milho teria sido criado pelo pelo deus Cintéotl, que o teria presenteado aos antigos povos indígenas há cerca de 9 mil anos, e que então passaram a cultivá-lo.

O cereal permanece até hoje como um dos principais plantios do país. E também um dos mais consumidos, em pratos típicos como a tortilha. O milho, aliás, está no centro da marcante culinária mexicana, que conquistou há alguns anos o status de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pela Unesco, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura.

Além do milho, também são integrantes da tradicional culinária local o feijão, pimentas como o “chili” e até o chocolate. Esse último, inclusive, é outro dos produtos pelo qual o mundo todo tem que agradecer ao povo do México, que há 2 mil anos já tinha o costume de formular um preparado à base de cacau.

Outro produto típico do México é a tequila, bebida apreciada no mundo todo e feita a partir do extrato da planta chamada de agave-azul (foto no alto desta página). No ano passado, o país produziu mais de 270 milhões de litros. A maior área de produção de agave fica no estado de Jalisco. No solo vulcânico vermelho e muito fértil da região, são colhidas e processadas cerca de 300 milhões de plantas de agave por ano.

No ano passado, Brasil e México firmaram um trato para proteger a comercialização das bebidas típicas dos dois países. O acordo estabelece que só pode ser vendida no Brasil como tequila a bebida fabricado no México, da mesma forma que, por lá, a cachaça só pode ser comercializada se for feita no Brasil.

No futebol 

A seleção mexicana de futebol foi formada em 1927 e teve sua primeira participação na Copa do Mundo em 1930. O México se classificou para catorze copas e sediou duas delas – em 1970 e em 1986, quando a Colômbia desistiu de abrigar os jogos  –, mas nunca ficou com a sonhada taça. O melhor resultado que a seleção conquistou foi ter chegado às quartas-de-final nas Copas de 1970 e 1986, coincidentemente ou não, as duas foram disputadas em solo mexicano.

Entre as conquistas da seleção mexicana está a Copa das Confederações (1999), Olimpíadas (2012), Copa Concacaf (2015) e Copa Ouro (1993, 1996, 1998, 2003, 2009, 2011 e 2015).

O time do técnico Juan Carlos Osorio, que já comandou o São Paulo, promete fazer uma grande campanha na Rússia e conquistar o melhor resultado da história da seleção mexicana. A escalação conta com o atacante Javier Hernández, o Chicharito (que joga no West Ham, da Inglaterra), e com o meia Hector Herrera (que atua no Porto, de Portugal) como suas principais estrelas.

Chicharito Hernández é uma das estrelas mexicanas

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *