MEIO AMBIENTE

Mato Grosso tem maior taxa de desmatamento da Amazônia

Entre agosto de 2014 e junho de 2015, área derrubada subiu 149%, diz Imazon 

Fonte: Hebert Rondon / Ibama

O estado de Mato Grosso foi o que apresentou o maior índice de desmatamento da Amazônia entre agosto de 2014 e junho de 2015, segundo levantamento dados do Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD) do Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon).

No período de 11 meses, foram registrados 943 quilômetros quadrados de corte raso da floresta, uma alta de 149% se comparado ao mesmo período do ano anterior. A alta verificada em Mato Grosso totaliza mais que o dobro da média verificada na Amazônia, que ficou em 65%.

O monitoramento por categoria fundiária demonstra que 72% do desmatamento entre agosto 2014 a junho de 2015 aconteceu em imóvel rural não cadastrado no Sistema Integrado de Monitoramento e Licenciamento Ambiental (SIMLAM).

Considerando apenas junho, os dados do Imazon mostram que houve redução no desmatamento da Amazônia em relação ao mesmo período de 2014 (-41%), a única vez neste ano.

Mato Grosso, por sua vez, registrou uma queda de apenas 7% em junho. No período, o estado perdeu 106 quilômetros quadrados de floresta em 16 municípios, com a cidade de Colniza registrando o maior nível de derrubada de árvores (51 quilômetros quadrados). Em seguida aparecem Cotriguaçu, Aripuanã e Rondolândia, que, juntos, foram responsáveis por 76% da área desmatada em junho.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *