COTAÇÕES

Grãos fecham em baixa em Chicago nesta quarta

AGR Brasil acredita que USDA está superestimando os dados de exportações norte-americanas de soja e de milho para 2015/2016

Fonte: Camila Domingues/Palácio Piratini

As cotações da principais commodities agrícolas fecharam em baixa nesta quarta, dia 16, na Bolsa de Chicago. O contrato da soja para novembro fechou em US$ 8,87, baixa de um ponto. Milho/dezembro teve queda de quatro pontos, a US$ 3,86, e trigo/dezembro, baixa de seis pontos, a US$ 4,88. Em seu relatório diário, a AGR Brasil informa que está atualizando estimativa para o balanço da soja nos Estados Unidos durante 2015/2016 baseado em três fatores: dados do FSA, apontando para uma possível redução menor que esperada de área de soja nos EUA; resultados de colheita no oeste do cinturão de produção norte americano; e ritmo atual de exportações norte-americanos.

“Acreditamos que o USDA está superestimando os dados de exportações norte-americanas de soja (e também de milho) para o ano 2015/2016. Amanhã [quinta], teremos novos dados de exportações semanais aqui nos EUA. É provável que o país exportou bem nesta última semana, no entanto, é importante lembrar que o nível semanal de exportações precisa ser de 1,5 milhão de toneladas até o final do ano, para que os americanos possam sequer se aproximar do número estimado pelo USDA atualmente (historicamente, este ritmo médio nunca aconteceu)”, diz a AGR em relatório.

Conexão Chicago

Toda segunda, às 19h, no Rural Notícias, Pedro Dejneka tira dúvidas enviadas pelo público. Você pode enviar sua pergunta sobre preços e tendências pelafanpage do Canal Rural, pelo WhatsApp (11) 98524-0073 ou através do Fale Conosco do site. Saiba como obter o relatório diário da AGR Brasil no site da consultoria.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *