SAIBA MAIS

Febre Aftosa: confira alguns termos referentes à doença

Consulte o glossário e informe-seConheça os principais termos relacionados à doença, seu manejo e prevenção.

Fonte: Fernando Dias/Secom-SC

Aeróbico – organismo que depende de oxigênio para seu crescimento e sobrevivência – é o caso do vírus da aftosa

Aftosa – enfermidade causada pelo aflovírus que pode ser transmitida de um animal para outro pelo leite, carne e saliva. A doença também é transmissível para animais pela água, ar e objetos e locais sujos. Caracteriza-se pelo aparecimento de aftas na boca e na gengiva e feridas nas patas e mamas. O animal doente também fica febril, com dificuldade para pastar, perde peso e produz menos leite. As espécies mais atacadas são bovinos, suínos, caprinos e ovinos

Agronegócio – relações comerciais efetuadas com produtos agrícolas através de atividades de compra e venda

Animal inteiro – termo utilizado para identificar machos não castrados de uma espécie, portando todos os órgãos do aparelho reprodutor

Anticorpos – agentes constituídos de proteínas que têm como função o combate aos agentes de doenças

Anti-séptico – substância capaz de impedir a ação ou proliferação de micróbios através da inativação ou da destruição deles; desinfetante

Arroba – antiga unidade de medida de peso equivalente a 32 arráteis, ou seja, 14,689 kg. No Brasil é utilizada como medida de peso de produtos agropecuários e equivale a 15 kg

Assepsia – técnica utilizada para prevenir a introdução de fungos, bactérias, vírus ou outros microorganismos em células, tecidos ou órgãos

Asséptico – diz-se da substância ou local onde não existam germes, impurezas ou microorganismos vivos

Bacia leiteira – zona de abastecimento formada por propriedades agrícolas que se dedicam à atividade de produção de leite localizada em uma região fisiográfica, canalizada para um processador e destinada a um centro de consumo. Pode ultrapassar os limites geográficos do município ou Estado

Baia – compartimento ou espaço ao qual se recolhe o animal nas cavalariças, estábulos ou currais; boxe

Barreira sanitária – mecanismo legal utilizado por autoridades governamentais de um país ou região que impede ou restringe a circulação de organismos vivos, parte deles ou seus derivados. Este mecanismo tem por objetivo evitar ou prevenir riscos de contaminação e disseminação de pragas e doenças ou a introdução de espécies que possam ameaçar a saúde de seres humanos, animais e vegetais que vivam nestes locais, ou ainda comprometer o equilíbrio ecológico. Normalmente este termo é usado no caso de animais e seus derivados, enquanto o termo barreira fitossanitária é usado para vegetais e seus derivados. O termo genérico mais usado é barreira de biossegurança

Barrigada – vísceras de animais abatidos; conjunto de filhotes nascidos de um parto do animal

Bebedouro – implemento ou local utilizado para fornecimento de água aos animais

Bezerro ou terneiro – bovino jovem entre o nascimento e o desmame, geralmente até sete meses de idade. Para algumas espécies este período vai até 12 meses

Boi – macho castrado das espécies taurinas ou zebuínas com idade acima de 30 meses, geralmente destinado ao abate, serviço no campo ou como meio de transporte

Boi de pé – bovino de corte ainda vivo no pasto ou galpão de confinamento

Bovinocultura – atividade pecuária destinada à criação de gado bovino. Divida em bovinocultura de corte, para produção de carnes e peles, e bovinocultura de leite

Brete – local de contenção ou imobilização de animais com objetivo de alguma prática de manejo como selação e aplicação de vacinas e medicamentos

Brinco – objeto pendente fixado no lóbulo da orelha de animais com a finalidade de identificá-lo

Bubalino – relativo a búfalo

Cadeia produtiva – conjunto formado por todas as ações e agentes interligados entre si (elos) que estão relacionados com a produção e distribuição de um bem ou serviço, desde a produção da matéria-prima até a comercialização do produto final

Câmara fria ou câmara frigorífica – compartimento de temperatura mantida artificialmente baixa, para armazenamento e conservação de gêneros perecíveis

Carcaça – animal morto, geralmente sem pele, com carne limpa, sem vísceras, patas e cabeça

Carne – qualquer tecido animal utilizado para alimentação, seja in natura ou processado

Casqueamento – tratamento profilático ou terapêutico efetuado nos cascos de bovinos, eqüinos, caprinos e outros com o objetivo de corrigir o aprumo e manter a saúde dos animais

Contagem de Células Somáticas (CCS) – contagem de células brancas realizada em laboratório

Ciclo biológico – conjunto de etapas por que passa um determinado ser vivo de seu nascimento à morte; biociclo

Cobertura – cópula ou coito entre animais em que, ocorrendo no período de fertilidade da fêmea, acontece a fecundação; também chamado de monta

Cocho – equipamento muito utilizado para fornecer alimento a animais, podendo ser de vários tipos, dependendo do animal que será alimentado e do alimento que será oferecido

Confinamento – sistema de produção intensivo utilizado para criação de aves, bovinos, suínos, ovinos, caprinos e outras espécies, no qual os animais são criados em galpões fechados e alimentados com ração e/ou material volumoso no cocho

Congelamento – técnica que consiste em submeter alimentos, organismos vivos ou parte de organismos vivos a temperatura muito baixa em congelador a fim de conservá-lo em bom estado até sua utilização; método de conservação de alimentos que utiliza temperaturas mais baixas que a refrigeração e, por isso, inibe o crescimento microbiano e retarda praticamente todo o processo metabólico

Contaminação – introdução em um determinado meio ou local de elementos nocivos à saúde humana, das plantas e dos animais, tais como organismos patógenos, substâncias tóxicas ou radioativas

Controle de pragas – conjunto de ações tomadas com o objetivo de manter em níveis satisfatórios ou erradicar por razões de sanidade as pragas que atacam culturas vegetais ou a criação de animais

Couro – pele de animais curtida, imputrescível e utilizada como matéria-prima para diversos usos e finalidades

Couro acabado – couro pronto para utilização

Couro cru – couro sem tratamento, não curtido

Criadouro – área delimitada, preparada e dotada de instalações capazes de possibilitar a reprodução, cria e recria de espécies da fauna silvestre

Curral – instalação ou local fechado, geralmente coberto, onde se aloja e reúne o gado para uma série de operações de manejo como apartação, marcação, pesagem, castração, inseminação, medicação, vacinação e embarque. Deve ser construído de forma a permitir que essas operações sejam feitas de maneira tranqüila e segura e com o mínimo de esforço e estresse para os animais e o tratador

Desidratação – estado em que um animal perde quantidades excessivas de água

Desinfecção – atividades que visam à eliminação ou ao controle de agentes patógenos que possam causar infecções em seres vivos

Desinfetante – substância capaz de impedir, eliminar ou inibir o crescimento de microorganismos

Desmamar – fazer perder o costume de mamar; apartar do leite; desleitar

Desossar – atividade que consiste na retirada dos ossos de partes específicas de animais abatidos ou de carcaças inteiras

Dispersão – faculdade que têm os seres vivos de se propagarem pela biosfera, aumentando seu domínio e facilitando a cada espécie proliferar e encontrar novos meios onde possa viver de acordo com suas adaptações

Disseminação – ato ou efeito de espalhar, difundir ou propagar em um meio uma doença ou praga através de um veículo que pode ser vegetal, animal ou um meio físico

Divisa – traço ou linha divisória entre Estados; limite entre duas unidades da Federação. O termo também é utilizado para designar a marca feita no gado a ferro quente para identificar propriedade

Doença – denominação genérica dada a qualquer desvio do estado normal de saúde causada por um patógeno em animais ou vegetais e que se manifesta por meio do funcionamento anormal de células e tecidos através de um conjunto de sinais e/ou sintomas que têm uma só causa

DSA – Departamento de Saúde Animal, responsável pelas ações de controle sanitário animal em todo o país; vinculado ao Ministério da Agricultura

Erradicação – eliminação de animais, plantas ou outros organismos considerados patógenos em uma área ou região

Forrageira – qualquer espécie de vegetação, natural ou plantada, que cobre uma área e é utilizada para alimentação de animais, seja ela formada por espécies de gramíneas, leguminosas ou plantas produtoras de grãos

Frigorífico – denominação dada aos estabelecimentos destinados ao abate de gado, à desossa das carcaças e à conservação do bom estado dos cortes de carne em câmaras frias; câmara fria

Fronteira – marco; linha imaginária que marca a divisão entre dois países

Gado – denominação genérica dada aos animais domésticos que formam rebanhos e são explorados economicamente

Granja – pequena propriedade agrícola geralmente destinada à horticultura, avicultura, fruticultura ou pecuária de leite

Hemácias – células vermelhas do sangue

Imunoglobulinas – são proteínas que têm a função de anticorpos contra os agentes de doenças

Hospedeiro – organismo vivo que hospeda, serve de substrato e/ou como fonte de energia para outro ser vivo denominado de parasita, ou seja, se tornando o local onde esse outro organismo (parasita) vive

Imunidade – resistência que um organismo vivo apresenta às pragas e doenças, geralmente adquirida após o estabelecimento de uma infecção causada por microorganismo infeccioso ou após a inoculação de vacinas

Incubação – período que dura do início do desenvolvimento de uma enfermidade infecciosa a partir do contágio até a manifestação dos sintomas

Incubar – possuir em estado latente, ou seja, sem manifestar sintomas

Indivíduo – exemplar representante de uma determinada espécie; ao seu conjunto denomina-se população

Infecção – ataque agressivo a um ser vivo por agente patogênico. É o princípio ou origem de uma enfermidade ou doença

Infestação – ataque violento por um organismo de forma ampla e mais ou menos uniforme sobre uma área ou indivíduo

Infestante – designação dada a plantas ou outros organismos vivos que se alastram e desenvolvem rapidamente, pondo em risco outras culturas, animais ou outras comunidades principais

Lácteo – que tem a cor e/ou a consistência do leite; leitoso ou derivado do leite

Latência – período de inatividade compreendido entre um estímulo e a apresentação do sintoma

Leite – líquido branco, opaco, segregado pelas glândulas mamárias das fêmeas dos animais mamíferos

Lesões – marcas ou feridas deixadas no animal por agressão ou doença

Linha de leite – caminho percorrido entre um produtor de leite e um processador para recolher o leite, seja em latões ou em tanques de resfriamento

Mal da vaca louca – cientificamente denominada Encefalopatia Espongiforme Bovina (BSE), é uma doença que atinge principalmente o gado bovino, mas já há registro de ocorrência em outras espécies como gato doméstico, pumas, avestruzes, leopardos e antílopes. É uma doença de difícil diagnóstico, de longo período de incubação e que não tem tratamento. É contraída pela ingestão de alimento contaminado. Caracteriza-se por infecção generalizada do cérebro decorrente da multiplicação de infecções em outras partes do organismo causada por uma partícula protéica infecciosa denominada príon, que faz com que o animal perca o controle dos movimentos e apresente hipersensibilidade ao toque e ao som. Nas ovelhas a doença é chamada scrapie. É inexistente no Brasil e não tem nenhuma semelhança ou ligação com a aftosa

Mamite – é a inflamação da glândula mamária dos animais; mastite

Mamite clínica – é a inflamação da glândula mamária que pode ser vista a olho nu

Mamite subclínica – é o primeiro estágio de uma inflamação da glândula mamária

Manejo de animais – são operações e técnicas utilizadas no trato de animais que se evidenciam no tipo e na forma de fornecimento de alimentação, na movimentação, nos tratamentos preventivos e terapêuticos de doenças, nas instalações para permanência ou repousos, dentre outros

Medida protecionista – procedimento adotado pelos governos com o objetivo de favorecer a produção interna frente à concorrência com outros países. As principais medidas protecionistas são as barreiras tarifárias e as não tarifárias

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – pasta do governo brasileiro responsável pela gestão política das áreas de agricultura, pecuária e abastecimento

Monitoramento – acompanhamento, avaliação e controle das condições ou de fenômenos, naturais ou artificiais, com o objetivo de obter dados quantitativos e qualitativos que possibilitem maior conhecimento sobre eles, identificando assim possíveis riscos ou oportunidades que possam ser controlados ou aproveitados para minimizar eventos indesejáveis

Mutação – qualquer alteração no genótipo de um organismo que ocorre no nível do gene (DNA), cromossomo ou genoma. As mutações dão origem a um novo material ou organismos

Novilho ou garrote – macho dos bovinos com idade entre um e três anos

Novilho precoce – macho dos bovinos com idade entre dois anos e dois anos e meio e que por meio de técnicas de melhoramento genético, de manejo e de alimentação apresenta desenvolvimento de carcaça e pesos adequados para abate. Nas espécies taurinas o animal geralmente está pronto para o abate em até 24 meses; nas zebuínas, em até 30 meses

Ordenha – retirada do leite das glândulas mamárias de animais, podendo ser manual ou mecânica

Partícula – pequenos pedaços ou fragmentos de qualquer material

Pastagem – vegetação própria para alimentação do gado, podendo ser natural ou plantada com espécies perenes ou de ciclo anual; forrageira

Pasteurização – termo empregado para designar o tratamento térmico realizado a temperaturas moderadas, para reduzir o número de microorganismos deterioradores e inativar os microorganismos patogênicos, sem causar a esterilização do produto

Pasto – área ao ar livre, normalmente cercada, podendo ser plana ou acidentada, natural ou plantada, na qual existe uma cobertura vegetal formada geralmente por espécies de gramíneas e/ou leguminosas, que servem de alimento ao gado

Patógeno – organismo capaz de atacar outros organismos vivos (plantas e animais) e causar doenças; geralmente são bactérias, fungos ou vírus

Pecuária – atividade agrícola que tem por finalidade a criação de gado

Pedilúvio – tanque raso que contém água ou substâncias terapêuticas e/ou curativas, geralmente construído na entrada ou na saída dos currais e salas de ordenha com o objetivo de efetuar a higiene e/ou tratamento dos cascos dos animais; pode ser usado em aeroportos, estradas e outros locais em caso de doenças provocadas por agentes patógenos que podem ser carregados nos pés e patas de animais; o tanque utilizado para a desinfecção de veículos recebe o nome de rodolúvio

pH – sigla de potencial hidrogeniônico, medida quantitativa de acidez ou alcalinidade de uma substância, seja ela líquida ou sólida. É representado por uma escala de zero a quatorze, na qual quanto mais próximo de zero mais ácida é a substância, e quanto mais próximo de quatorze, mais alcalina. O valor sete representa um estado neutro, ou seja, a substância não apresenta acidez nem alcalinidade

Piquete – subdivisão do pasto normalmente por cerca destinada ao pastoreio ou separação de animais que necessitam tratamentos ou cuidados especiais

Política agrícola – conjunto de ações do governo destinado a influir nas decisões dos agentes responsáveis por atividades agrícolas, visando à consecução de determinados objetivos como produção, comercialização e armazenagem de produtos agrícolas através de mecanismos como fornecimento de infra-estrutura, créditos, mecanismos fiscais, armazenagem, etc

Princípio ativo – elemento predominante na constituição de uma reação química ou corpo orgânico. Substância que tem participação ou influência participante, atuante. Elemento ou substância que tem força de atuação muito forte e intensa para curar uma enfermidade

Probabilidade – medida baseada na relação entre o número de casos favoráveis e o número total dos casos possíveis. Número positivo e menor que a unidade, que se associa a um evento aleatório, e que se mede pela freqüência relativa da sua ocorrência numa longa sucessão de eventos

Produtividade – relação entre a quantidade ou valor produzido e a quantidade ou valor dos insumos aplicados à produção; eficiência produtiva

Profilaxia – parte da medicina que trata das medidas preventivas contra as enfermidades. Emprego dos meios para evitar as doenças

Propagação – multiplicação dos seres vivos por meio de reprodução sexuada ou assexuada; proliferação

Proteção – barreira que impede o contato de um patógeno com seu hospedeiro. Barreira, obstáculo ou anteparo, natural ou artificial, que impede que um organismo ou bem seja danificado

Rastreabilidade – é a possibilidade de registrar, através de um conjunto de instrumentos, o caminho percorrido por um indivíduo (animal ou vegetal) ou produto processado desde sua origem até sua colocação para o consumo final

Rebanho – conjunto de animais

Rês – qualquer quadrúpede utilizado na alimentação humana

Ressurgência – fenômeno em que pragas, doenças ou ervas invasoras se manifestam novamente após terem sido eliminadas ou controladas

Plantel – conjunto de animais que formam um rebanho

Programa sanitário – conjunto de medidas para prevenir e controlar as principais doenças dos animais

Segurança e qualidade dos alimentos – atributos referentes à inocuidade dos alimentos e seu valor nutritivo; garantir a segurança e qualidade dos alimentos é atribuição da Vigilância Sanitária

Suscetibilidade – predisposição de um organismo vivo em sofrer os efeitos de um patógeno ou condições adversas

Tatuagem – marca ou sinal feita geralmente a fogo na pele de um animal com a finalidade de identificá-lo

Tratamento preventivo – conjunto de medidas adotadas antes do aparecimento ou constatação de uma doença, praga ou deficiência que tem por objetivo impedir que um organismo seja atacado por seus agentes causadores

Úbere – órgão formado pelo conjunto de glândula mamária, quartos mamários, tetas e pele das fêmeas

Vacina – substância de origem microbiana (micróbios mortos ou de virulência abrandada) que se ministra a um indivíduo com fim preventivo, curativo ou paliativo. Qualquer espécie de vírus atenuado que, introduzido no organismo, determina certas reações e a formação de anticorpos capazes de tornar este organismo imune ao germe utilizado

Vetor – meio biótico ou abiótico que serve de condução a um agente danoso ou não de um sistema para outro

Virose – enfermidade causada por vírus

Virulento – organismo capaz de causar doença severa

Vírus – agente infeccioso microscópico que não tem capacidade metabólica autônoma e apenas se reproduz no interior de células vivas. Assim como outros organismos, pode multiplicar-se com continuidade genética e é passível de mutação, podendo apresentar formas diversas

Zebu – grupo de raças de bovinos de origem indiana, cuja principal característica é apresentar giba ou cupim. Também é afetado pela aftosa

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *