PRESERVAÇÃO

Cultivo protegido reduz 50% do uso de água

Técnicas que demandam baixo investimento, ajudam a reduzir consumo na lavouraProdutores do Distrito Federal estão utilizando reservatórios revestidos por lonas e apostando no cultivo protegido. Técnicas que demandam baixo investimento e ajudam a reduzir o consumo de água na propriedade. 

Fonte: Canal Rural

A produção de hortaliças e frutas se adapta facilmente ao cultivo protegido, quando o solo é coberto por túneis, estufas ou lonas. Segundo especialistas, as pragas e doenças são menos presentes nesse tipo de plantação.

uso da água em lavouras com cultivo protegido é reduzido em cerca de 50%. Isso porque a irrigação recomendada nesses casos é o gotejamento. Além da economia dos recursos hídricos, a produtividade da cultura por aumentar em até 20 vezes.

Segundo o técnico da Emater do Distrito Federal Geraldo Magela Gontijo, a irrigação convencional utiliza mil litros de água a mais do que o gotejamento para produzir um quilo de pimentão.

Os agricultores que têm reservatórios de água para irrigação nas propriedades podem reduzir o desperdício instalando, no momento da construção da represa, uma lona dupla face, que ajuda a evitar infiltrações. O custo varia entre R$ 400 e R$ 700 para proteger um reservatório de 250 mil litros.

O agricultor familiar Antonio de Carvalho, produtor de hortaliças, utiliza as duas técnicas e diz que, sem as tecnologias, não conseguiria irrigar as lavouras que tem atualmente.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *