TOP5

Cinco vídeos para entender a greve dos caminhoneiros

Aumento do diesel é apontado como uma das principais razões da mobilizaçãoDesde o dia 18 de fevereiro caminhoneiros e transportadoras bloqueiam as principais rodovias do país. Eles protestam contra alta do diesel, que impacta diretamente nos valores do frete. Os bloqueios, que entraram no 11º dia neste sábado, estão prejudicando o transporte de mercadorias, afetando principalmente as indústrias de alimentos.

Fonte: Sérgio Vale/ Secom

Para você entender melhor a greve, o Canal Rural separou cinco vídeos que explicam, desde o dia 18, o que ocorre nos país nos últimos dias.

• Caminhoneiros protestam contra aumento do diesel

As rodovias dos Estados de Mato Grosso, Paraná e Rondônia foram paradas por manifestações de caminhoneiros nesta quarta-feira de Cinzas, dia 18. A paralisação começou durante a manhã nas rodovias BR-163, BR-364 e MT-358, em Mato Grosso. Veja o vídeo.

• Trabalhadores querem paralisar escoamento

Em Mato Grosso, caminhoneiros se uniram para aumentar a greve com o objetivo de paralisar o escoamento da safra de soja, que está sendo colhida. O vereador e proprietário de uma transportadora no MT, Gilson Pedro Peliciano, dá mais detalhes. Veja o vídeo.

• Produtores reduzem despesas na propriedade

No campo, os agricultores começam a reduzir as despesas na propriedade para não sofrer com o aumento dos preços do diesel. A alta dos combustíveis deve impactar nos custos do frete e nos custos de produção da soja e do milho. Veja o vídeo.

• Caminhoneiros pedem aumento dos fretes

Além da redução dos preços do óleo diesel, os caminhoneiros que paralisam as rodovias de diversos estados do país pedem o aumento dos fretes. Em janeiro e fevereiro os valores ficaram abaixo do mesmo período de 2014. Veja o vídeo.

• Protesto completa 10 dias

Na sexta, dia 27, a greve entrou no décimo dia, mesmo após o governo anunciar uma série de propostas e também multas para os caminhoneiros que continuassem com a greve.  O movimento ganhou apoio de outras categorias. Veja o vídeo.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *