TRIBUTOS

Santa Catarina prorroga redução do ICMS para suínos vivos

Para secretário de Agricultura, a medida é muito importante para que os produtores do estado possam manter a competitividade

Fonte: Thiago Gomes/Susipe

Nesta segunda, dia 15, o  secretário da Agricultura e da Pesca de Santa Catarina, Moacir Sopelsa, recebeu autorização do governador Raimundo Colombo para prorrogar por mais um ano a redução de ICMS de 12% para 6% sobre a venda de suínos vivos.

Para Sopelsa, a medida é muito importante para que os produtores catarinenses possam manter a competitividade e agregar mais valor em suas propriedades.

De acordo com o secretário, em 2017, foram vendidas 138 mil toneladas de suínos vivos para outros estados. “A redução facilita que esses animais sejam vendidos para regiões como São Paulo, Bahia e Minas Gerais, que têm frigoríficos e falta de matéria prima”, afirma.

Em um primeiro momento há uma perda de tributos, segundo Sopelsa, que é compensada pelo incentivo dado ao setor para produzir mais e com melhor qualidade. “Claro que a gente tem que olhar para as nossas indústrias, que não podem ficar sem produto. São plantas grandes e importantes para economia do nosso estado”, diz.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *