SERÁ?

Projeto de lei propõe acabar com a reserva legal em propriedades rurais

Os senadores Flávio Bolsonaro e Marcio Bittar apresentaram, nesta semana, uma proposta de mudança que pode trazer grandes impactos no código florestal brasileiro

Os senadores Flávio Bolsonaro e Marcio Bittar apresentaram esta semana, um projeto de lei que propõe acabar com a reserva legal em propriedades rurais. De acordo com o código florestal, aprovado em 2012 depois de muita discussão, a área, cujo percentual varia de 20% a 80%, não pode ser desmatada. O comentarista Ricardo Alfonsin analisa a possível mudança, que já era consenso, dentro da bancada ruralista.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


14 comentário em “Projeto de lei propõe acabar com a reserva legal em propriedades rurais

  1. 2 idiotas comentando, depois que o chicote estalar, vai bater na porteira de propriedade rural agroecológica pra comprar alimento.

  2. Parece que o Brasil esta mudando mesmo, essa reserva legal e um absurdo, jogam nas costas dos proprietários para que cuidem de matos e outras reservas para ` manter o ar mais puro, limpar a atmosfera etc etc. ´ nas costas do proprietário sem receber nada por isso mantendo por exemplo no região norte 80% da área inutilizada, ou seja sem produção nenhuma, isso e uma contrariedade sem tamanho, muito bem, quer ar puro entao pague pelo menos uma taxa de manutenção para que o “ trouxa´` la no mato cuide para eles das tais reservas ilegais.

  3. Nenhum dos dois comentaristas sabe do que está falando. A Reserva Legal foi criada pela Lei 4.771 de setembto de1965. Esse debate precisa ser qualificado. É um pena que um Canal do Agro como o Canal Rural não consiga fazer melhor do que esse programa que mais atrapalha do ajuda nesse debate já tão difícil.

  4. Quando elegemos um político, esperamos que contribuam para a construção, progresso e evolução da Nação e não para defenderem interesses pessoais ou de classes e muito menos para alterar leis que levem a retrocessos e desconstrução de algo que foi resultado de uma luta a favor de um bem coletivo maior

  5. Sobre as áreas do Norte brasileiro, tem que se rever o percentual.Certamente muitas riquezas se encontram em seus subsolos e devem,a seu tempo, serem exploradas. Quanto às áreas de reserva legal, desde que o resto do mundo pague para mantermos, não há problemas. Cada reserva tem suas característica e devem ser consideradas.

  6. Gostaria que analizasem pois quem tem reserva legal e o carr e assim mesmo está enpedido de usar e usufruir do restante da terra e não podemos usar peso que ISO posa ser revisto para ampliar mais lavoura para mais sustento e ganho renda.
    PRECIDENTE DEPUTADOS E SENADORES OLHEM PELOS AGRICULTORES
    AGUMAS COUISAS TEM QUE MUDAR SOBRE RESERVA E CARR

  7. Lembre-se de cada adversidade que vem por 16 anos de PTralhas, pela misericórdia do Senhor foi vencida. Bolsonaro Presidente do Brasil… Esse é o Brasil que queremos.

  8. Essa imposição, da reserva legal (não sei até onde e´legal), me parece mais uma imposição de países que não querem que nos tornemos a maior potência mundial produtiva de alimentos. Não tenho conhecimento de tanta restrição para produção agrícola como neste país.
    Até acredito em fomentação externa para grupos políticos, em detrimento ao nosso interesse de produção.
    Mais do que nunca temos que acabar com urgência deste impecilho político.
    Obs. Trabalhei 20 anos em empresa estatal na área ambiental, e só via interesses de grupo.

css.php
Assine grátis a melhor newsletter sobre agronegócios do Brasil