Início » Notícias da Agropecuária » Programas » Informação » Rural Notícias » Previdência: oposição desiste de inserir taxas às exportações do agro

ALÍVIO

Previdência: oposição desiste de inserir taxas às exportações do agro

Agricultores fora da reforma e retirada de entraves para renegociação de dívidas também são conquistas de parlamentares da FPA

10 de julho de 2019 às 20h25
Por Canal Rural

A Câmara dos Deputados vota nesta quarta, dia 10, a reforma da Previdência. Este é o primeiro pleito dos dois necessários para que o texto siga para o Senado. A expectativa, segundo o presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), deputado federal Alceu Moreira (MDB-RS), é de pelo menos 350 votos favoráveis.

Mais cedo, o líder da oposição, deputado federal Alessandro Molon (PSB-RJ), pediu a inserção de um trecho no texto que taxaria as exportações agrícolas diretas em até 2,5%. Porém, o parlamentar retirou o destaque.

Alceu Moreira diz que, além disso, outras conquistas do setor foram as retiradas dos agricultores da reforma, que ficam como é atualmente, e dos entraves que impediam a renegociação de dívidas, como o passivo do Funrural.

Deixe um Comentário





Início » Notícias da Agropecuária » Programas » Informação » Rural Notícias » Previdência: oposição desiste de inserir taxas às exportações do agro

ALÍVIO

Previdência: oposição desiste de inserir taxas às exportações do agro

Agricultores fora da reforma e retirada de entraves para renegociação de dívidas também são conquistas de parlamentares da FPA

10 de julho de 2019 às 20h25
Por Canal Rural

A Câmara dos Deputados vota nesta quarta, dia 10, a reforma da Previdência. Este é o primeiro pleito dos dois necessários para que o texto siga para o Senado. A expectativa, segundo o presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), deputado federal Alceu Moreira (MDB-RS), é de pelo menos 350 votos favoráveis.

Mais cedo, o líder da oposição, deputado federal Alessandro Molon (PSB-RJ), pediu a inserção de um trecho no texto que taxaria as exportações agrícolas diretas em até 2,5%. Porém, o parlamentar retirou o destaque.

Alceu Moreira diz que, além disso, outras conquistas do setor foram as retiradas dos agricultores da reforma, que ficam como é atualmente, e dos entraves que impediam a renegociação de dívidas, como o passivo do Funrural.

Deixe um Comentário





Mais Notícias