Início » Notícias da Agropecuária » Programas » Informação » Rural Notícias » Leite: 5% dos bezerros morrem nos primeiros meses, diz Alta Genetics

PESQUISA

Leite: 5% dos bezerros morrem nos primeiros meses, diz Alta Genetics

Segundo a empresa, a taxa de mortalidade se deve à falta de informação e à realidade da produção brasileira

08 de novembro de 2019 às 20h09
Por Canal Rural

Pesquisa da Alta Genetics aponta que, em média, 5% dos bezerros leiteiros morrem nos primeiros meses de vida.  Em casos extremos, esse número pode chegar a 20%, de acordo com o gerente de produto da empresa, Rafael Azevedo. “Nos Estados Unidos, por exemplo, o índice é de 3% na fase de aleitamento”, afirma.

Segundo ele, esse número deve-se à realidade do produtor brasileiro. “Ele precisa fazer uma colostragem para passar imunidade correta ao animal e investir na nutrição. Muitas vezes, ele não tem informações corretas e não sabe se está tratando bem do animal”, diz.

Azevedo conta que as principais doenças responsáveis pela morte dos bezerros são diarréia e pneumonia. “Juntando isso ao clima tropical, o animal tem que lutar muito para não morrer”.

2 comentários

  1. Noé Machado em 8 de novembro de 2019 às 22:21

    Tá certo, o preço do leite e uma miséria, o custo de produção alto, consequentemente o produtor não pode deixar o leite do bezerro, do contrário quem vai passar fome e o produtor, e bezerro sem leite, bezerro moto, qualquer matuto sabe disso..

  2. sergio moacir de andrade em 9 de novembro de 2019 às 09:05

    Bom dia, bem colocado esse assunto, as informações não chegam até os produtores, fica só no papel, temos que mudar esse cenário

Deixe um Comentário





Início » Notícias da Agropecuária » Programas » Informação » Rural Notícias » Leite: 5% dos bezerros morrem nos primeiros meses, diz Alta Genetics

PESQUISA

Leite: 5% dos bezerros morrem nos primeiros meses, diz Alta Genetics

Segundo a empresa, a taxa de mortalidade se deve à falta de informação e à realidade da produção brasileira

08 de novembro de 2019 às 20h09
Por Canal Rural

Pesquisa da Alta Genetics aponta que, em média, 5% dos bezerros leiteiros morrem nos primeiros meses de vida.  Em casos extremos, esse número pode chegar a 20%, de acordo com o gerente de produto da empresa, Rafael Azevedo. “Nos Estados Unidos, por exemplo, o índice é de 3% na fase de aleitamento”, afirma.

Segundo ele, esse número deve-se à realidade do produtor brasileiro. “Ele precisa fazer uma colostragem para passar imunidade correta ao animal e investir na nutrição. Muitas vezes, ele não tem informações corretas e não sabe se está tratando bem do animal”, diz.

Azevedo conta que as principais doenças responsáveis pela morte dos bezerros são diarréia e pneumonia. “Juntando isso ao clima tropical, o animal tem que lutar muito para não morrer”.

2 comentários

  1. Noé Machado em 8 de novembro de 2019 às 22:21

    Tá certo, o preço do leite e uma miséria, o custo de produção alto, consequentemente o produtor não pode deixar o leite do bezerro, do contrário quem vai passar fome e o produtor, e bezerro sem leite, bezerro moto, qualquer matuto sabe disso..

  2. sergio moacir de andrade em 9 de novembro de 2019 às 09:05

    Bom dia, bem colocado esse assunto, as informações não chegam até os produtores, fica só no papel, temos que mudar esse cenário

Deixe um Comentário





Mais Notícias

Sorry, we couldn't find any posts. Please try a different search.