IMPASSE

Governo dá sinais de que não poderá perdoar dívida do Funrural

Bolsonaro se comprometeu em campanha a eliminar o passivo, enquanto a orientação do Ministério da Economia é de manter a cobrança

Durante campanha, o presidente Jair Bolsonaro se comprometeu a perdoar o passivo que produtores têm com o Funrural. Mas o Ministério da Economia orienta o governo a manter a cobrança. A justificativa seria a de que a anistia da dívida, poderia ser motivo de um pedido de impeachment, já que o governo estaria assumindo uma dívida sem ter recursos para cobrir. A bancada ruralista quer que a Economia encontre uma solução. O analista jurídico Ricardo Alfonsin e o comentarista Miguel Daoud comentam possíveis soluções para resolver o impasse.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


2 comentário em “Governo dá sinais de que não poderá perdoar dívida do Funrural

  1. Nunca ouvi uma entrevista mais desprovida de fundamento técnico. Quanta bobagem em tão pouco espaço de tempo. Não tem noção do que disse. O congresso vai votar o pl 9252 e anistiar o passivo criado artificialmente e colocado no cilindro produtor. Se a agu entender necessário, cria-se dotação orçamentária compensatória. Não tem nenhuma promessa impossível aí meu caro..

css.php
Assine grátis a melhor newsletter sobre agronegócios do Brasil