COLOCANDO A CASA EM ORDEM

Estiagem: Aprosoja pede ao governo prorrogação de dívidas de produtores

Em reunião com a nova ministra da Agricultura, Tereza Cristina, a associação apresentou pautas consideradas prioritárias para destravar o setor produtivo

Dirigentes da Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil) apresentaram à nova ministra da Agricultura, Tereza Cristina, pautas prioritárias para destravar o setor produtivo, como a classificação de grãos e as sementes com baixo índice de germinação. A reunião aconteceu nesta quinta-feira, dia 3, e durou cerca de 30 minutos.

A situação dos agricultores do Paraná e de Mato Grosso do Sul, que sofrem com a estiagem, também foi um dos pontos discutidos no encontro. “O que pode ser feito é prorrogar, junto aos bancos, tanto as passagens de custeio quanto os investimentos, para que os produtores tenham equilíbrio de caixa e não sejam prejudicados pela safra atípica”, conta o diretor executivo da entidade, Fabrício da Rosa.

Outra preocupação é com novas biotecnologias que chegam ao campo. “Estão vindo sem a gente ter uma análise crítica maior e também sem uma aceitação do produtor. Não vamos mais aceitar”, afirma o presidente da Aprosoja de Mato Grosso, Antônio Galvan.

Nova call to action
Por outro lado, há tecnologias e orientações vindas da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) que são bem recebidas pelo setor, como os defensivos biológicos. “Estamos evitando de usar muito inseticida, e o biológico é uma das coisas que estão dando certo”, conta Galvan.

Problemas no Brasil central

A logística continua sendo um dos maiores gargalos da produção agrícola no país, segundo a Aprosoja. O Centro-Oeste é uma das regiões que mais sofrem com a má condição das estradas.

Galvan conta que eles já pediram ao ministro de Infraestrutura, Tarcísio Freitas, o término da pavimentação da BR-163 e a manutenção do restante. “Não adianta fazer os 60 quilômetros que faltam e não dar manutenção ao que já foi feito, que está se deteriorando”, diz.

Infraestrutura: especialistas analisam possíveis avanços de Bolsonaro

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


css.php
Assine grátis a melhor newsletter sobre agronegócios do Brasil