Início » Notícias da Agropecuária » Programas » Informação » Rural Notícias » Agricultura familiar: qual é o custo para adotar a rastreabilidade?

NAÇÃO AGRO

Agricultura familiar: qual é o custo para adotar a rastreabilidade?

A dúvida é de um produtor de hortaliças de Biritiba Mirim, São Paulo

09 de novembro de 2018 às 20h57
Por Canal Rural

Nesta sexta-feira, dia 9, o Nação Agro responde a uma dúvida de um produtor de hortaliças de Biritiba Mirim, no interior de São Paulo. Ele queria saber qual é o custo para implementar a rastreabilidade.

A rastreabilidade é uma legislação do Ministério da Agricultura que está em vigor em caráter experimental para a produção de citros, maçã, uva, goiaba, batata, alface, repolho, tomate e pepino. A medida passa a ser obrigatória a partir de janeiro de 2019.

4 comentários

  1. Jose em 10 de novembro de 2018 às 00:26

    Sim

  2. Juliano Piovezan Pereira em 14 de novembro de 2018 às 15:01

    Aqueles cursos denominados Certificados Fitossanitarios de Origem oferecidos pelo Defesa Agropecuária não valem pra mais nada? Pois me lembro e tenho como comprovar que investi muito tempo e muito dinheiro junto ao tema…

  3. Regina leme juliato em 14 de novembro de 2018 às 15:45

    Qual o custo para ter uma agricultura familiar?

  4. Jeremias em 19 de novembro de 2018 às 11:01

    Quanto custa automatizar o transporte de banana da plantação até o embalador, preço de cada 100 metros

Deixe um Comentário





Início » Notícias da Agropecuária » Programas » Informação » Rural Notícias » Agricultura familiar: qual é o custo para adotar a rastreabilidade?

NAÇÃO AGRO

Agricultura familiar: qual é o custo para adotar a rastreabilidade?

A dúvida é de um produtor de hortaliças de Biritiba Mirim, São Paulo

09 de novembro de 2018 às 20h57
Por Canal Rural

Nesta sexta-feira, dia 9, o Nação Agro responde a uma dúvida de um produtor de hortaliças de Biritiba Mirim, no interior de São Paulo. Ele queria saber qual é o custo para implementar a rastreabilidade.

A rastreabilidade é uma legislação do Ministério da Agricultura que está em vigor em caráter experimental para a produção de citros, maçã, uva, goiaba, batata, alface, repolho, tomate e pepino. A medida passa a ser obrigatória a partir de janeiro de 2019.

4 comentários

  1. Jose em 10 de novembro de 2018 às 00:26

    Sim

  2. Juliano Piovezan Pereira em 14 de novembro de 2018 às 15:01

    Aqueles cursos denominados Certificados Fitossanitarios de Origem oferecidos pelo Defesa Agropecuária não valem pra mais nada? Pois me lembro e tenho como comprovar que investi muito tempo e muito dinheiro junto ao tema…

  3. Regina leme juliato em 14 de novembro de 2018 às 15:45

    Qual o custo para ter uma agricultura familiar?

  4. Jeremias em 19 de novembro de 2018 às 11:01

    Quanto custa automatizar o transporte de banana da plantação até o embalador, preço de cada 100 metros

Deixe um Comentário





Mais Notícias