Início » Notícias da Agropecuária » Programas » Informação » Mercado e Cia » USDA prevê menor safra de milho nos EUA em 4 anos


QUEDA NOS RESULTADOS


USDA prevê menor safra de milho nos EUA em 4 anos


O departamento cortou a projeção do grão, de 15,03 bilhões para 13,68 bilhões de bushels, o que equivale a 347,47 milhões de toneladas

11 de junho de 2019 às 17h43
Por Canal Rural, com informações do Estadão Conteúdo

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) reduziu fortemente sua estimativa para a produção doméstica de milho em 2019/2020. Em seu relatório mensal de oferta e demanda, publicado nesta terça-feira, dia 11, o governo dos EUA cortou a projeção de 15,03 bilhões para 13,68 bilhões de bushels, o que equivale a 347,47 milhões de toneladas, o que representaria o menor volume desde a temporada 2015/2016.

A previsão de rendimento foi reduzida de 176 para 166 bushels por acre, 11,05 para 10,42 toneladas por hectare, ante expectativa de analistas de 170,3 bushels por acre, 10,69 toneladas por hectare.

Segundo o analista de mercado Marcos Araújo, da consultoria Agrinvest, o resultado pode gerar alterações no mercado. “Nós temos um comportamento distinto no Brasil em função desta maior entrada da segunda safra do milho, com excedente de ofertas, e devemos ter uma pressão negativa no mercado doméstico”.

3 comentários

  1. […] Canal Rural […]

  2. […] Por conta de problemas climáticos que prejudicaram as lavouras, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) reduziu fortemente sua estimativa para a produção doméstica de milho na temporada 2019/2020. Em seu relatório mensal de oferta e demanda, publicado no início de junho, o governo dos EUA cortou a projeção de 15,03 bilhões para 13,68 bilhões de bushels, o que equivale a 347,47 milhões de toneladas. O número representa o menor volume desde a temporada 2015/2016. […]

  3. […] Por conta de problemas climáticos que prejudicaram as lavouras, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) reduziu fortemente sua estimativa para a produção doméstica de milho na temporada 2019/2020. Em seu relatório mensal de oferta e demanda, publicado no início de junho, o governo dos EUA cortou a projeção de 15,03 bilhões para 13,68 bilhões de bushels, o que equivale a 347,47 milhões de toneladas. O número representa o menor volume desde a temporada 2015/2016. […]

Deixe um Comentário





Início » Notícias da Agropecuária » Programas » Informação » Mercado e Cia » USDA prevê menor safra de milho nos EUA em 4 anos


QUEDA NOS RESULTADOS


USDA prevê menor safra de milho nos EUA em 4 anos


O departamento cortou a projeção do grão, de 15,03 bilhões para 13,68 bilhões de bushels, o que equivale a 347,47 milhões de toneladas

11 de junho de 2019 às 17h43
Por Canal Rural, com informações do Estadão Conteúdo

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) reduziu fortemente sua estimativa para a produção doméstica de milho em 2019/2020. Em seu relatório mensal de oferta e demanda, publicado nesta terça-feira, dia 11, o governo dos EUA cortou a projeção de 15,03 bilhões para 13,68 bilhões de bushels, o que equivale a 347,47 milhões de toneladas, o que representaria o menor volume desde a temporada 2015/2016.

A previsão de rendimento foi reduzida de 176 para 166 bushels por acre, 11,05 para 10,42 toneladas por hectare, ante expectativa de analistas de 170,3 bushels por acre, 10,69 toneladas por hectare.

Segundo o analista de mercado Marcos Araújo, da consultoria Agrinvest, o resultado pode gerar alterações no mercado. “Nós temos um comportamento distinto no Brasil em função desta maior entrada da segunda safra do milho, com excedente de ofertas, e devemos ter uma pressão negativa no mercado doméstico”.

3 comentários

  1. […] Canal Rural […]

  2. […] Por conta de problemas climáticos que prejudicaram as lavouras, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) reduziu fortemente sua estimativa para a produção doméstica de milho na temporada 2019/2020. Em seu relatório mensal de oferta e demanda, publicado no início de junho, o governo dos EUA cortou a projeção de 15,03 bilhões para 13,68 bilhões de bushels, o que equivale a 347,47 milhões de toneladas. O número representa o menor volume desde a temporada 2015/2016. […]

  3. […] Por conta de problemas climáticos que prejudicaram as lavouras, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) reduziu fortemente sua estimativa para a produção doméstica de milho na temporada 2019/2020. Em seu relatório mensal de oferta e demanda, publicado no início de junho, o governo dos EUA cortou a projeção de 15,03 bilhões para 13,68 bilhões de bushels, o que equivale a 347,47 milhões de toneladas. O número representa o menor volume desde a temporada 2015/2016. […]

Deixe um Comentário





Mais Notícias