Início » Notícias da Agropecuária » Programas » Informação » Mercado e Cia » ‘Compra de 700 mil/t de soja dos EUA pela China não sustenta o mercado’

MERCADO INTERNACIONAL

‘Compra de 700 mil/t de soja dos EUA pela China não sustenta o mercado’

Segundo Luiz Fernando Gutierrez, analista da Safras, apesar da perspectiva de a produção americana ser menor, os estoques do país ainda estão altos

17 de setembro de 2019 às 16h32
Por Canal Rural

O plantio da safra americana de grãos sofreu com problemas climáticos que se refletiram também em um atraso em todo o processo, conforme mostra o último relatório do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA). Até o domingo, 15, cerca de 4% da área plantada havia sido colhida — no mesmo período do ano passado, o percentual era de 8%.

Para a soja, cujos trabalhos de colheita ainda não começaram, as atenções se mantêm na qualidade das lavouras: o órgão mostra uma leve piora, com os índices caindo de 55% para 54%, de 8 a 15 de setembro. De acordo com Luiz Fernando Gutierrez, analista da Safras & Mercado, ainda “há espaço para perdas maiores na temporada americana”.

Na quinta-feira, 12, rumores indicavam que após Estados Unidos e China fazerem concessões em seus planos de aplicar novas tarifas, os asiáticos haviam anunciado a compra de 600 mil toneladas de soja americana. A partir da sexta, 13, o USDA notificou as compras em parcelas, que já somaram mais de 700 mil toneladas.

“No entanto, 700 mil toneladas não são suficientes para manter o mercado sustentado. Mesmo com as perdas da safra americana, os estoques dos EUA estão muito elevados”, ressalta.

Deixe um Comentário





Início » Notícias da Agropecuária » Programas » Informação » Mercado e Cia » ‘Compra de 700 mil/t de soja dos EUA pela China não sustenta o mercado’

MERCADO INTERNACIONAL

‘Compra de 700 mil/t de soja dos EUA pela China não sustenta o mercado’

Segundo Luiz Fernando Gutierrez, analista da Safras, apesar da perspectiva de a produção americana ser menor, os estoques do país ainda estão altos

17 de setembro de 2019 às 16h32
Por Canal Rural

O plantio da safra americana de grãos sofreu com problemas climáticos que se refletiram também em um atraso em todo o processo, conforme mostra o último relatório do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA). Até o domingo, 15, cerca de 4% da área plantada havia sido colhida — no mesmo período do ano passado, o percentual era de 8%.

Para a soja, cujos trabalhos de colheita ainda não começaram, as atenções se mantêm na qualidade das lavouras: o órgão mostra uma leve piora, com os índices caindo de 55% para 54%, de 8 a 15 de setembro. De acordo com Luiz Fernando Gutierrez, analista da Safras & Mercado, ainda “há espaço para perdas maiores na temporada americana”.

Na quinta-feira, 12, rumores indicavam que após Estados Unidos e China fazerem concessões em seus planos de aplicar novas tarifas, os asiáticos haviam anunciado a compra de 600 mil toneladas de soja americana. A partir da sexta, 13, o USDA notificou as compras em parcelas, que já somaram mais de 700 mil toneladas.

“No entanto, 700 mil toneladas não são suficientes para manter o mercado sustentado. Mesmo com as perdas da safra americana, os estoques dos EUA estão muito elevados”, ressalta.

Deixe um Comentário





Mais Notícias

Sorry, we couldn't find any posts. Please try a different search.