Início » Notícias da Agropecuária » Programas » Informação » Mercado e Cia » Saída de Lula da prisão pode dificultar avanço das reformas, diz analista

ANÁLISE

Saída de Lula da prisão pode dificultar avanço das reformas, diz analista

STF decidiu contra a prisão após condenação em segunda instância. Entre os beneficiados está o ex-presidente da República

08 de novembro de 2019 às 14h06
Por Canal Rural

O julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a prisão após condenação em segunda instância foi acirrado até o fim. Coube ao presidente da Corte, ministro Dias Toffoli, dar o voto de minerva. Ele definiu que condenados têm o direito de responder em liberdade até que tenham se esgotado todos os recursos judiciais.

Dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) indicam que cerca de 5 mil presos podem ser beneficiadas. Entre eles o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá, no âmbito da Operação Lava-Jato.

Para o cientista político da Tendências Consultoria Rafael Cortez, a saída de Lula da prisão deve agravar a polarização política no Brasil e dificultar o avanço das reformas econômicas. Segundo ele, o ex-presidente não deve tentar se eleger no pleito de 2022. “A decisão do triplex não é a única que pode impedir o ex-presidente de concorrer à presidência”, diz.

1 comentário

  1. MANOEL JOSÉ SANT´ANNA em 8 de novembro de 2019 às 14:29

    Boa tarde leitores!. Certamente os brasileiros talvez despertem, sobre o que se trata quando refere-se a batalhas pelo poder, quando o poder legislativo, por motivos escusos e em auto defesa, promulgam Leis com desdobramentos múltiplos, capazes de como num tabuleiro de xadrez, induzido por interesses que não é o povo, mover as peças de acordo com a conveniência para se chegar ao xeque mate ao Rei !. Vitória esta que pode ser em defesa a uma política idealista corporativista, ou a própria auto defesa, em escape de seus crimes, ou mesmo a quem é de seu interesse!. Pois bem, quando as regras não são claras, isto dá ampla margem para a impunidade, e esta revolta da população, em um País com modelos tipo:- faz sucesso quem sempre leva a vantagem; então revoltas radicais, com uso de manifestações públicas e possivelmente até uso da força!. Não vai acontecer, e nossa cúpula dos todos os poderes sabem que não vai acontecer, não faz parte da nossa personalidade! Pode-se até dizer que somos um povo pacífico!. Ou então um grande rebanho de Cordeiros!. Ai me lembro quando alguém já me disse :- Este é um País maravilhoso!. Não tem qualquer tipo de desastre geológico ou guerras, mas preste bem a atenção no povo que lá coloquei para governar a população!!!???.

Deixe um Comentário





Início » Notícias da Agropecuária » Programas » Informação » Mercado e Cia » Saída de Lula da prisão pode dificultar avanço das reformas, diz analista

ANÁLISE

Saída de Lula da prisão pode dificultar avanço das reformas, diz analista

STF decidiu contra a prisão após condenação em segunda instância. Entre os beneficiados está o ex-presidente da República

08 de novembro de 2019 às 14h06
Por Canal Rural

O julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a prisão após condenação em segunda instância foi acirrado até o fim. Coube ao presidente da Corte, ministro Dias Toffoli, dar o voto de minerva. Ele definiu que condenados têm o direito de responder em liberdade até que tenham se esgotado todos os recursos judiciais.

Dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) indicam que cerca de 5 mil presos podem ser beneficiadas. Entre eles o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá, no âmbito da Operação Lava-Jato.

Para o cientista político da Tendências Consultoria Rafael Cortez, a saída de Lula da prisão deve agravar a polarização política no Brasil e dificultar o avanço das reformas econômicas. Segundo ele, o ex-presidente não deve tentar se eleger no pleito de 2022. “A decisão do triplex não é a única que pode impedir o ex-presidente de concorrer à presidência”, diz.

1 comentário

  1. MANOEL JOSÉ SANT´ANNA em 8 de novembro de 2019 às 14:29

    Boa tarde leitores!. Certamente os brasileiros talvez despertem, sobre o que se trata quando refere-se a batalhas pelo poder, quando o poder legislativo, por motivos escusos e em auto defesa, promulgam Leis com desdobramentos múltiplos, capazes de como num tabuleiro de xadrez, induzido por interesses que não é o povo, mover as peças de acordo com a conveniência para se chegar ao xeque mate ao Rei !. Vitória esta que pode ser em defesa a uma política idealista corporativista, ou a própria auto defesa, em escape de seus crimes, ou mesmo a quem é de seu interesse!. Pois bem, quando as regras não são claras, isto dá ampla margem para a impunidade, e esta revolta da população, em um País com modelos tipo:- faz sucesso quem sempre leva a vantagem; então revoltas radicais, com uso de manifestações públicas e possivelmente até uso da força!. Não vai acontecer, e nossa cúpula dos todos os poderes sabem que não vai acontecer, não faz parte da nossa personalidade! Pode-se até dizer que somos um povo pacífico!. Ou então um grande rebanho de Cordeiros!. Ai me lembro quando alguém já me disse :- Este é um País maravilhoso!. Não tem qualquer tipo de desastre geológico ou guerras, mas preste bem a atenção no povo que lá coloquei para governar a população!!!???.

Deixe um Comentário





Mais Notícias

Sorry, we couldn't find any posts. Please try a different search.