Início » Notícias da Agropecuária » Programas » Informação » Mercado e Cia » Previsão de geada no Brasil faz preço do café subir R$ 20 em um dia

BOM PARA NEGÓCIOS 

Previsão de geada no Brasil faz preço do café subir R$ 20 em um dia

O motivo da alta está ligada a problemas climáticos e ao atual cenário internacional de grão

26 de junho de 2019 às 14h54
Por Canal Rural

Os preços do café no Cerrado e no Sul de Minas Gerais subiram R$20 em um dia. O motivo da alta está relacionada a problemas climáticos e ao atual cenário internacional de grão, segundo apontou o analista de mercado da INTL FCStone, Fernando Maximiliano.

 “Um movimento atípico na bolsa de Nova York, nesta terça-feira, dia 25, o contrato negociado para setembro subiu cerca de 450 pontos, resultado de um cenário internacional, já que o Banco Central indicou que poderia cortar as taxas básicas de juros e isso poderia promover o aumento nas commodities em geral, não somente o café”, explica ele.

Além disso, fatores climáticos também estão ligados ao movimento de subida nos preços. “Para completar esse contexto, dados preliminares de uma possível zona de alta pressão se formando no Brasil, e o medo sobre a geada provocou um aumento dos preços na Bolsa de Nova York”, afirma o analista.

1 comentário

  1. […] 26 de junho de 2019 às 14:54 […]

Deixe um Comentário





Início » Notícias da Agropecuária » Programas » Informação » Mercado e Cia » Previsão de geada no Brasil faz preço do café subir R$ 20 em um dia

BOM PARA NEGÓCIOS 

Previsão de geada no Brasil faz preço do café subir R$ 20 em um dia

O motivo da alta está ligada a problemas climáticos e ao atual cenário internacional de grão

26 de junho de 2019 às 14h54
Por Canal Rural

Os preços do café no Cerrado e no Sul de Minas Gerais subiram R$20 em um dia. O motivo da alta está relacionada a problemas climáticos e ao atual cenário internacional de grão, segundo apontou o analista de mercado da INTL FCStone, Fernando Maximiliano.

 “Um movimento atípico na bolsa de Nova York, nesta terça-feira, dia 25, o contrato negociado para setembro subiu cerca de 450 pontos, resultado de um cenário internacional, já que o Banco Central indicou que poderia cortar as taxas básicas de juros e isso poderia promover o aumento nas commodities em geral, não somente o café”, explica ele.

Além disso, fatores climáticos também estão ligados ao movimento de subida nos preços. “Para completar esse contexto, dados preliminares de uma possível zona de alta pressão se formando no Brasil, e o medo sobre a geada provocou um aumento dos preços na Bolsa de Nova York”, afirma o analista.

1 comentário

  1. […] 26 de junho de 2019 às 14:54 […]

Deixe um Comentário





Mais Notícias