Início » Notícias da Agropecuária » Programas » Informação » Mercado e Cia » Preço da soja deve subir no início de 2020, diz consultoria

ANÁLISE

Preço da soja deve subir no início de 2020, diz consultoria

MacroSector Consultores indica que redução dos estoques globais do grão, queda dos juros nos Estados Unidos e dólar devem favorecer elevação das cotações do grão

18 de outubro de 2019 às 14h35
Por Canal Rural

A MacroSector Consultores projeta um cenário de preços em elevação para a soja no início de 2020. De acordo com Fábio Silveira, economista da empresa, existem dois principais motivos que podem beneficiar o produtor rural brasileiro no próximo ano.

A alta no preço da soja tende a sustentar no início do próximo ano em um patamar maior em função de redução dos estoques globais (da oleaginosa) e em função de juros menores nos Estado Unidos”, comenta. Segundo ele, normalmente quando há um movimento de baixa de juros no país norte-americano, os preços das commodities são fortalecidos.

Outro motivo que deve influenciar a cotação da oleaginosa é a taxa média de câmbio, que para Silveira será maior em 2020 na comparação com este ano. “Em 2019, a taxa média de câmbio deve ficar em torno de R$ 3,95 aproximadamente. Em 2020, o patamar médio deve ficar em torno de R$ 4 e R$4,20 com incerteza doméstica, política e um quadro fiscal bastante preocupante”, relata

Deixe um Comentário





Início » Notícias da Agropecuária » Programas » Informação » Mercado e Cia » Preço da soja deve subir no início de 2020, diz consultoria

ANÁLISE

Preço da soja deve subir no início de 2020, diz consultoria

MacroSector Consultores indica que redução dos estoques globais do grão, queda dos juros nos Estados Unidos e dólar devem favorecer elevação das cotações do grão

18 de outubro de 2019 às 14h35
Por Canal Rural

A MacroSector Consultores projeta um cenário de preços em elevação para a soja no início de 2020. De acordo com Fábio Silveira, economista da empresa, existem dois principais motivos que podem beneficiar o produtor rural brasileiro no próximo ano.

A alta no preço da soja tende a sustentar no início do próximo ano em um patamar maior em função de redução dos estoques globais (da oleaginosa) e em função de juros menores nos Estado Unidos”, comenta. Segundo ele, normalmente quando há um movimento de baixa de juros no país norte-americano, os preços das commodities são fortalecidos.

Outro motivo que deve influenciar a cotação da oleaginosa é a taxa média de câmbio, que para Silveira será maior em 2020 na comparação com este ano. “Em 2019, a taxa média de câmbio deve ficar em torno de R$ 3,95 aproximadamente. Em 2020, o patamar médio deve ficar em torno de R$ 4 e R$4,20 com incerteza doméstica, política e um quadro fiscal bastante preocupante”, relata

Deixe um Comentário





Mais Notícias

Sorry, we couldn't find any posts. Please try a different search.