Início » Notícias da Agropecuária » Programas » Informação » Mercado e Cia » Índice de confiança do agronegócio perde fôlego no começo de 2019

APROVAÇÃO

Índice de confiança do agronegócio perde fôlego no começo de 2019

Mesmo com a queda, indicador mantém segundo melhor resultado da série histórica

24 de maio de 2019 às 13h39
Por Canal Rural

O Índice de Confiança do Agronegócio (IC Agro) atingiu 111,9 pontos no 1º trimestre deste ano. Apesar de ser considerado otimista, o resultado mostrou um recuo de 3,9 pontos em relação ao recorde do 4º trimestre de 2018, que registrou 115,8 pontos. O atual patamar de confiança é o segundo melhor da série histórica.

Os produtores se mantêm confiantes com as condições gerais da economia brasileira, apesar das dificuldades do governo em levar adiante reformas importantes, como a da Previdência. De acordo com o estudo – que é realizado pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e pela Organização das Cooperativas do Brasil (OCB) –, existe otimismo quando o indicador está acima de 100 pontos; abaixo dessa marca, o ambiente é pessimista. 

“Falas como a de Paulo Guedes, de largar o governo caso a reforma da Previdência seja aprovada, trazem pessimismo ao produtor”, avalia o comentarista Miguel Daoud.

2 comentários

  1. […] 24 de maio de 2019 às 13:39 […]

  2. […] 24 de maio de 2019 às 13:39 […]

Deixe um Comentário





Início » Notícias da Agropecuária » Programas » Informação » Mercado e Cia » Índice de confiança do agronegócio perde fôlego no começo de 2019

APROVAÇÃO

Índice de confiança do agronegócio perde fôlego no começo de 2019

Mesmo com a queda, indicador mantém segundo melhor resultado da série histórica

24 de maio de 2019 às 13h39
Por Canal Rural

O Índice de Confiança do Agronegócio (IC Agro) atingiu 111,9 pontos no 1º trimestre deste ano. Apesar de ser considerado otimista, o resultado mostrou um recuo de 3,9 pontos em relação ao recorde do 4º trimestre de 2018, que registrou 115,8 pontos. O atual patamar de confiança é o segundo melhor da série histórica.

Os produtores se mantêm confiantes com as condições gerais da economia brasileira, apesar das dificuldades do governo em levar adiante reformas importantes, como a da Previdência. De acordo com o estudo – que é realizado pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e pela Organização das Cooperativas do Brasil (OCB) –, existe otimismo quando o indicador está acima de 100 pontos; abaixo dessa marca, o ambiente é pessimista. 

“Falas como a de Paulo Guedes, de largar o governo caso a reforma da Previdência seja aprovada, trazem pessimismo ao produtor”, avalia o comentarista Miguel Daoud.

2 comentários

  1. […] 24 de maio de 2019 às 13:39 […]

  2. […] 24 de maio de 2019 às 13:39 […]

Deixe um Comentário





Mais Notícias