JOGO DE CINTURA

Governo estuda aumentar imposto para inibir entrada de leite estrangeiro

Segundo a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, o fim das tarifas antidumping sobre produtos da União Europeia e Nova Zelândia visa avaliar se a taxa não está defasada

O governo suspendeu as tarifas antidumping sobre o leite importado da União Europeia e Nova Zelândia para avaliar se a taxa está “defasada”, já que foi instituída há 17 anos, afirma a ministra da Agricultura, Tereza Cristina. A informação foi dada nesta sexta-feira, dia 8, durante a feira Show Rural Coopavel, que acontece em Cascavel (PR).

O repórter Pablo Valler destacou junto à ministra que aplicar novamente a tarifa antidumping não é algo fácil, uma vez que envolve os países do Mercosul, União Europeia e Nova Zelândia. Sobre isso, Tereza Cristina pediu paciência e disse que o governo estuda aumentar outro imposto, que não seja o antidumping, sobre o leite estrangeiro, que hoje é de 28%, para inibir a entrada do produto no Brasil.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


css.php
Assine grátis a melhor newsletter sobre agronegócios do Brasil