banner-3

DESENVOLVIMENTO ATRASADO

Produtores dos EUA vivem pior início de safra dos últimos anos, diz analista

Previsão do tempo indica que chuvas devem diminuir nos próximos dias; condição da safra pode melhorar

25 de junho de 2019 às 14h59
Por Canal Rural

O desenvolvimento das lavouras de milho nos Estados Unidos segue abaixo do registrado em anos anteriores. A constatação foi feita pela consultoria ARC Mercosul, que realizou o primeiro crop tour para analisar as condições da safra no cinturão agrícola norte-americano.

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) também confirmou a informação através de relatório divulgado nesta segunda-feira, dia 24. Segundo a entidade, cerca de 56% do milho está em boa ou excelente condição, contra 77% no ano passado.

De acordo com o analista de mercado Tarso Veloso, este é um dos piores inícios de safra dos últimos anos nos EUA. “O início de safra ruim, o atraso no plantio e a queda potencial da produtividade fizeram com que os preços tanto da soja quanto do milho subissem. O mercado tenta entender agora qual o real tamanho da safra americana”, explica.

Ele comenta ainda que durante visita em propriedades rurais do meio-oeste americano, foi visto um cenário preocupante. “Na média histórica, no feriado de 4 de julho aqui nos Estados Unidos, o milho normalmente tem que estar na altura do joelho. Durante crop tour, eu vi apenas uma propriedade em que o milho estava assim, e todo o resto aqui em Illinois está recentemente plantado”, afirma.

Veloso ressalta, no entanto, que caso o clima melhore na próxima semana, como a previsão do tempo tem mostrado, a condição da safra deve melhorar, o que possibilitará também a ser feita previsões de produtividade da safra americana, assim como dados de exportação e estoques finais.

Previsão do tempo

A Somar Meteorologia indica que a tendência é de melhoria no clima dos Estados Unidos, na comparação com últimas semanas. A meteorologista Desirée Brandt explica, no entanto,  que chuvas não devem cessar completamente. “Ainda existe alguns episódios fortes de chuva em áreas ao norte do cinturão de grãos. Até o fim da semana existe essa possibilidade”, diz.

As temperaturas também devem subir mais, com períodos mais longos de sol, o que deve ajudar a diminuir a umidade do solo.

5 comentários

  1. […] produtores americanos enfrentam neste ciclo o pior início de safra dos últimos anos. Isso porque o clima não colaborou e a semeadura da safra atrasou por conta de chuvas constantes. […]

  2. […] produtores americanos enfrentam neste ciclo o pior início de safra dos últimos anos. Isso porque o clima não colaborou e a semeadura da safra atrasou por conta de chuvas […]

  3. […] produtores americanos enfrentam neste ciclo o pior início de safra dos últimos anos. Isso porque o clima não colaborou e a semeadura da safra atrasou por conta de chuvas […]

Deixe um Comentário





banner-3

DESENVOLVIMENTO ATRASADO

Produtores dos EUA vivem pior início de safra dos últimos anos, diz analista

Previsão do tempo indica que chuvas devem diminuir nos próximos dias; condição da safra pode melhorar

25 de junho de 2019 às 14h59
Por Canal Rural

O desenvolvimento das lavouras de milho nos Estados Unidos segue abaixo do registrado em anos anteriores. A constatação foi feita pela consultoria ARC Mercosul, que realizou o primeiro crop tour para analisar as condições da safra no cinturão agrícola norte-americano.

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) também confirmou a informação através de relatório divulgado nesta segunda-feira, dia 24. Segundo a entidade, cerca de 56% do milho está em boa ou excelente condição, contra 77% no ano passado.

De acordo com o analista de mercado Tarso Veloso, este é um dos piores inícios de safra dos últimos anos nos EUA. “O início de safra ruim, o atraso no plantio e a queda potencial da produtividade fizeram com que os preços tanto da soja quanto do milho subissem. O mercado tenta entender agora qual o real tamanho da safra americana”, explica.

Ele comenta ainda que durante visita em propriedades rurais do meio-oeste americano, foi visto um cenário preocupante. “Na média histórica, no feriado de 4 de julho aqui nos Estados Unidos, o milho normalmente tem que estar na altura do joelho. Durante crop tour, eu vi apenas uma propriedade em que o milho estava assim, e todo o resto aqui em Illinois está recentemente plantado”, afirma.

Veloso ressalta, no entanto, que caso o clima melhore na próxima semana, como a previsão do tempo tem mostrado, a condição da safra deve melhorar, o que possibilitará também a ser feita previsões de produtividade da safra americana, assim como dados de exportação e estoques finais.

Previsão do tempo

A Somar Meteorologia indica que a tendência é de melhoria no clima dos Estados Unidos, na comparação com últimas semanas. A meteorologista Desirée Brandt explica, no entanto,  que chuvas não devem cessar completamente. “Ainda existe alguns episódios fortes de chuva em áreas ao norte do cinturão de grãos. Até o fim da semana existe essa possibilidade”, diz.

As temperaturas também devem subir mais, com períodos mais longos de sol, o que deve ajudar a diminuir a umidade do solo.

5 comentários

  1. […] produtores americanos enfrentam neste ciclo o pior início de safra dos últimos anos. Isso porque o clima não colaborou e a semeadura da safra atrasou por conta de chuvas constantes. […]

  2. […] produtores americanos enfrentam neste ciclo o pior início de safra dos últimos anos. Isso porque o clima não colaborou e a semeadura da safra atrasou por conta de chuvas […]

  3. […] produtores americanos enfrentam neste ciclo o pior início de safra dos últimos anos. Isso porque o clima não colaborou e a semeadura da safra atrasou por conta de chuvas […]

Deixe um Comentário