banner-3

TENDÊNCIA

Dólar pode cair para R$ 3,50 nos próximos meses, diz economista

Aprovação da reforma da Previdência e expectativa para redução nos juros dos EUA devem impactar a moeda norte-americana

11 de julho de 2019 às 16h02
Por Canal Rural

Após a aprovação da reforma da Previdência em primeiro turno na Câmara dos Deputados, a expectativa do mercado financeiro é de queda para o dólar. O economista Silvio Campos, da Tendências Consultoria, explica que além da tramitação das mudanças na aposentadoria, o mercado também repercute a percepção de que o Federal Reserve (FED), que é o banco central dos Estados Unidos, reduza os juros em julho, o que deve enfraquecer a moeda norte-americana no mundo todo.

“Esses fatores indicam um caminho de redução. O recado é que podemos esperar uma cotação mais baixa nos próximos meses, algo perto de R$ 3,50 é viável de se esperar nos próximos meses”, comentou.

O analista também comentou sobre o melhor momento para compra de insumos. “Talvez seja o momento esperar ao menos a confirmação da queda nos juros dos EUA, até 31 de julho. Com aprovação final da reforma no Senado sendo setembro, talvez a gente tenha um dólar em agosto mais acomodado”, afirma.

Deixe um Comentário





banner-3

TENDÊNCIA

Dólar pode cair para R$ 3,50 nos próximos meses, diz economista

Aprovação da reforma da Previdência e expectativa para redução nos juros dos EUA devem impactar a moeda norte-americana

11 de julho de 2019 às 16h02
Por Canal Rural

Após a aprovação da reforma da Previdência em primeiro turno na Câmara dos Deputados, a expectativa do mercado financeiro é de queda para o dólar. O economista Silvio Campos, da Tendências Consultoria, explica que além da tramitação das mudanças na aposentadoria, o mercado também repercute a percepção de que o Federal Reserve (FED), que é o banco central dos Estados Unidos, reduza os juros em julho, o que deve enfraquecer a moeda norte-americana no mundo todo.

“Esses fatores indicam um caminho de redução. O recado é que podemos esperar uma cotação mais baixa nos próximos meses, algo perto de R$ 3,50 é viável de se esperar nos próximos meses”, comentou.

O analista também comentou sobre o melhor momento para compra de insumos. “Talvez seja o momento esperar ao menos a confirmação da queda nos juros dos EUA, até 31 de julho. Com aprovação final da reforma no Senado sendo setembro, talvez a gente tenha um dólar em agosto mais acomodado”, afirma.

Deixe um Comentário