Início » Notícias da Agropecuária » Programas » Informação » Mercado e Cia » Cenário político na Argentina pode reduzir oferta de soja do país vizinho

BRASIL DEVE SE BENEFICIAR

Cenário político na Argentina pode reduzir oferta de soja do país vizinho

Consultoria INTL FCStone afirma que agricultores argentinos devem segurar as vendas do grão até depois das eleições, em outubro, por causa da possível desvalorização da moeda local no exterior  

15 de agosto de 2019 às 14h35
Por Canal Rural

O cenário político na Argentina pode reduzir a oferta de soja do país, de acordo com avaliação da consultoria INTL FCStone. Segundo a empresa, os produtores argentinos devem segurar as vendas do grão até depois das eleições, em outubro, por causa da possível desvalorização da moeda local no exterior.

A analista de mercado Ana Luiza Lodi comenta que com a redução da oferta de soja argentina o Brasil pode se beneficiar e exportar mais soja. No entanto, este cenário dependerá da demanda, pois a preocupação no momento gira em torno de quanto a China vai comprar de soja.

Ela também analisa que a procura por soja da safra 2019/2020 deve ser menor do que em 2018/2019. “A demanda de soja deve ficar menor no ano que vem do que foi neste por conta da peste suína africana”, diz.

Deixe um Comentário





Sorry, we couldn't find any posts. Please try a different search.

Início » Notícias da Agropecuária » Programas » Informação » Mercado e Cia » Cenário político na Argentina pode reduzir oferta de soja do país vizinho

BRASIL DEVE SE BENEFICIAR

Cenário político na Argentina pode reduzir oferta de soja do país vizinho

Consultoria INTL FCStone afirma que agricultores argentinos devem segurar as vendas do grão até depois das eleições, em outubro, por causa da possível desvalorização da moeda local no exterior  

15 de agosto de 2019 às 14h35
Por Canal Rural

O cenário político na Argentina pode reduzir a oferta de soja do país, de acordo com avaliação da consultoria INTL FCStone. Segundo a empresa, os produtores argentinos devem segurar as vendas do grão até depois das eleições, em outubro, por causa da possível desvalorização da moeda local no exterior.

A analista de mercado Ana Luiza Lodi comenta que com a redução da oferta de soja argentina o Brasil pode se beneficiar e exportar mais soja. No entanto, este cenário dependerá da demanda, pois a preocupação no momento gira em torno de quanto a China vai comprar de soja.

Ela também analisa que a procura por soja da safra 2019/2020 deve ser menor do que em 2018/2019. “A demanda de soja deve ficar menor no ano que vem do que foi neste por conta da peste suína africana”, diz.

Deixe um Comentário





Mais Notícias

Sorry, we couldn't find any posts. Please try a different search.