PREJUÍZO

Frete: setor lácteo prevê alta de 150% no custo de produção

O setor produtivo repudia a decisão

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira, dia 11, a criação de um preço mínimo para o frete rodoviário. No mesmo dia, e Senado aprovou o texto, que segue para sanção presidencial. Caso aprovado, a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) tem 10 dias para editar uma nova tabela para o frete. O setor produtivo repudia a decisão. Só a cadeia de lácteos calcula alta de até 150% com os custos de produção.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *