BEM-ESTAR

Empresas devem parar de comprar ovos de confinamento em até 10 anos

A medida faz parte de uma tendência global de consumir apenas alimentos oriundos de galinhas livres de gaiola

Os produtores de ovos devem enfrentar um grande desafio nos próximos anos. É que o setor de alimentos nos Estados Unidos, Canadá, União Europeia e América do Sul já anunciou que não vai admitir o uso de ovos provenientes de sistemas de confinamento. Aqui no Brasil, a tendência é a mesma. Redes de fast food como Mcdonald’s, Subway, Burger King ou Bobs também anunciaram que, dentro de 10 anos, só vão comprar ovos de galinhas livres de gaiola. Quem comenta o assunto é o presidente do Instituto Ovos Brasil, Ricardo Santin.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Um comentário em “Empresas devem parar de comprar ovos de confinamento em até 10 anos

  1. Pena que pesoas, motivadas por interesse próprio ocultam verdades que afetam tofa a sociedade. A produção de ovos orgânica é 40% mais econômica que a metodologia convencional, além de ser mais saudável, socialmente mais justa e ambientalmente mas apropriada. Atenciosamente Angel Gustavo De Bulnes.