TRABALHO ESCRAVO

Fiscais do trabalho serão treinados para evitar abusos

Embora não esteja com o novo texto pronto, a portaria que muda os critérios de fiscalização de trabalho escravo pode ser reeditada até março do ano que vem. A informação foi confirmada pelo ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, em audiência pública no Senado. Ele ainda confirmou a inauguração da Escola de Inspeção do Trabalho, que pretende dar cursos de especialização para os auditores fiscais, o que também deve sair do papel no início de 2018.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *