ENCONTRO

CAR deve ser exemplo em conferência internacional

No COP 21, evento que acontecerá em Paris no final do ano, Brasil deve se comprometer a reduzir a emissão de poluentes e o desmatamento.

O Ministério do Meio Ambiente deve usar o Cadastro Ambiental Rural (CAR) como um exemplo para o mundo durante a COP 21, evento que será realizado em Paris, no final do ano. Com base em 2005 o Brasil vai reforçar o compromisso de reduzir entre 36% e 38% a emissão de gases poluentes até 2020. O foco principal está no uso da terra, com o desafio de diminuir 80% o desmatamento, de 24 mil km² para menos de 4 mil km².  

–Eu acho que do ponto de vista de uso da terra a gente avançar na taxa de restauração florestal não só pelo que o Código Florestal estabelece mas porque o Brasil pode assumir um papel de sumidouro no mundo, isso é uma ambição. Não é trivial construir isso, mas é um indicativo de que o Brasil quer eliminar o desmatamento, deixarmos para trás  a taxa de desmatamento,  que poderá ser residual em pontos de alguns que possam insistir na ilegalidade e passara a medir o que ele restaura de área– afirmou a ministra Izabella Teixeira durante encontro com jornalista em Brasília nesta segunda, dia 10.

De acordo com o último levantamento do serviço florestal brasileiro mais de um 1,7 milhão de imóveis rurais foram cadastrados no CAR até dia 30 de julho.  Uma área  de 233 milhões 146 mil hectares já está inserida na base de dados do sistema, o que equivale 58,64% das terras passiveis de cadastro.  Nos últimos três meses, foram cadastrados 34 milhões e 914 mil hectares, um crescimento de 17%.

Mudanças

O Ministério do Meio Ambiente está passando por uma reestruturação. Entre as mudanças está a criação de uma secretaria para tratar de todas as questões que envolvam as florestas brasileiras. Outra novidade vai ser a adoção de um cadastro ambiental rural carbono.  Uma ferramenta para medir quanto as boas práticas adotadas na agricultura e na pecuária capturam de carbono da atmosfera

–Uma das críticas que se faz na agricultura de baixo carbono é como você mede aquilo que o produtor captura que ele assegura de carbono. Na discussão de clima você precisa ser transparente, estamos vendo se podemos tecnologicamente com bases nas informações do CAR /Carbono fazer uma métrica associada a carbono nas propriedades brasileiras, sabe quanto cada um tem de carbono nas propriedades brasileiras, saber quanto cada um tem de carbono, e em uma negociação de clima futuro o Brasil terá toda transparência de oferecer seus números.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *