MERCADO

Trigo: cotação em alta pode estimular semeadura neste ano

De acordo com o indicador Cepea/Esalq, o preço médio do produto já subiu mais de 4% em março

Fonte: Wenderson Araujo/CNA

O valor do trigo pago ao produtor está em alta em todas as regiões acompanhadas pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Agropecuária (Cepea). Isso acontece devido ao maior preço ofertado pelas indústrias e também à menor competitividade do milho.

Segundo a entidade, esses recentes aumentos podem estimular produtores a semearem o cereal neste ano. Vale ressaltar que a área desta safra deve ser definida efetivamente entre abril e maio e vai depender do desempenho da colheita dos grãos de verão, especialmente no Paraná.

O preço médio do trigo, de acordo com o indicador Cepea/Esalq, fechou a segunda-feira, dia 19, a R$ 712,31 a tonelada. No mês, a cotação já acumula alta de 4,66%. Já o valor médio do produto no Rio Grande do Sul foi cotado a R$ 599,02, com alta acumulada em março de 4,53%.

Quanto aos derivados de trigo, o dólar um pouco mais valorizado e a baixa oferta de cereal de maior qualidade elevaram os preços de algumas farinhas nos últimos dias – cenário que deve continuar sendo observado nos próximos períodos.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *