PESQUISA DE CAMPO

Tereza Cristina quer acelerar projetos da agricultura no Nordeste

A ministra vai percorrer quatro estados da região. A proposta é reunir esforços por microrregiões para acelerar os projetos com os recursos

Tereza Cristina
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, vai percorrer quatro estados do Nordeste, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte e Paraíba, a partir desta quinta-feira, dia 14, para conhecer de perto projetos que têm apoio do ministério na região. A proposta é reunir esforços por microrregiões para acelerar os projetos com os recursos disponíveis.

A viagem, que vai até o próximo domingo, 17, faz parte do Plano de Ação do Ministério da Agricultura para o Nordeste, voltado à geração de emprego e renda. O ministério quer reunir todos os dados disponíveis sobre os projetos voltados à agricultura familiar, à pesca e à aquicultura, os assuntos fundiários e as demandas do Serviço Florestal, entre outros, que estavam sendo coordenados por outras áreas do governo.

O secretário da Agricultura Familiar e Cooperativismo, Fernando Schwanke, vai acompanhar a ministra nas visitas técnicas.

Será feito um cruzamento de dados disponíveis na Embrapa, no Incra e outros órgãos sobre tipos de solo, disponibilidade de água, existêagroncia e conservação de estradas, com o objetivo de aprofundar as ações para atender as realidades do semiárido. O uso de imagens de satélite, sistemas de georreferenciamento, será uma das ferramentas de destaque nos projetos do Mapa.

Rosas e frutas

Nesta quinta-feira, será visitado o Projeto Tabuleiros Litorâneos, em Parnaíba, no Piauí, que desenvolve empreendimentos de fruticultura irrigada. São, ao todo, 430 lotes agrícolas irrigados, com capacidade para 6 mil postos de trabalho. Tereza Cristina fará uma reunião com os produtores rurais da região para apresentação do potencial do agronegócio na Federação das Indústrias do Estado do Piauí (Fiepi).

No dia 15, já no Ceará, a ministra visitará inicialmente as fazendas Reijers e Amway Nutrilite do Brasil. A Reijers, localizada no município de São Benedito, é referência no mercado na produção de flores, há quatro décadas. Líder na exportação de rosas, ela destina sua produção de duas toneladas de flores por dia, basicamente ao mercado interno, e destaca-se pela utilização do controle biológico na produção, com práticas que causam baixo impacto ambiental.

Ainda na sexta-feira, 15, Tereza Cristina viajará a Mossoró, no Rio Grande do Norte, onde visitará a Fazenda Agrícola Famosa (RN), a maior produtora de melões e melancias do Brasil e uma das maiores do mundo, com área total de mais de 30.000 hectares.

Açúcar e couro de cabra

No sábado, dia 16, a primeira visita técnica será à Fazenda Potiporã, em Pendências (RN), considerada a maior produtora de camarões do Brasil. Em 2015, a doença conhecida como mancha branca dizimou a produção. A empresa foi vendida, ampliada, replanejada e, em 2018, ainda aprendendo a conviver com a mancha branca – valendo-se de cuidados com a qualidade da água e da alimentação, pois ainda não existe vacina – passou a produzir mais do que antes de enfrentar o problema.

Na sequência, Tereza Cristina fará uma reunião com os presidentes das Associações de Criadores de Camarão do Nordeste, que tem representação do Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Alagoas, Sergipe e Bahia.

Ainda no sábado, Tereza Cristina viajará para a Paraíba e irá à Usina Japungu, no município de Santa Rita, integrante de um grupo de cinco usinas processadoras de açúcar e álcool. Depois, a ministra irá se reunir com lideranças dos produtores. No fim da tarde, a ministra viajará para Campina Grande (PB), e de lá se deslocará a Cabaceiras (PB).

No domingo, 17, o encerramento das visitas técnicas será na Cooperativa dos Curtidores e Artesãos em Couro Arteza, de Cabaceiras. Fundada há 14 anos, a cooperativa trabalha a pele dos caprinos usando processo de curtimento vegetal, um dos melhores do país, que praticamente não gera odor.

A cooperativa também processa couros de origem bovina (10% da sua produção). A ministra também vai conhecer a Cooperativa dos Caprinobovinocultores de Cabaceiras e Região antes de regressar a Brasília.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


2 comentário em “Tereza Cristina quer acelerar projetos da agricultura no Nordeste

css.php
Assine grátis a melhor newsletter sobre agronegócios do Brasil