ABERTURA DO MERCADO

Soja despenca em Chicago e acumula queda de 6,5% na semana

O contrato de julho fechou a semana a US$ 9,05 por bushel; confira as principais notícias sobre o mercado agropecuário, financeiro e previsão do tempo

Fonte: Divulgação

Os contratos da soja negociados na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) fecharam a última sexta-feira, 15, com preços mais baixos. Na sessão, o grão chegou atingir US$ 9,03 por bushel. No acumulado da semana, o vencimento de julho acumulou desvalorização de 6,67%.

O mercado voltou a ser pressionado pela crescente tensão comercial entre Estados Unidos e China. Os Estados Unidos anunciaram tarifa de 25% sobre US$ 50 bilhões de mercadorias da China que contêm tecnologias de importância industrial.

Na sequência, a China informou que vai impor medidas tarifárias contra os Estados Unidos de tamanho e intensidade similares às novas tarifas norte-americanas em resposta ao anúncio do governo dos EUA.

No Brasil, a oleaginosa teve uma sexta-feira de preços fracos, entre estáveis a mais baixos. A queda se acentuou para a soja em Chicago mais para o final da sessão, assim como no dólar, o que limitou o impacto no mercado nacional.

A forte alta nos prêmios também evitou maior efeito baixista das perdas em Chicago e no câmbio. Com esse cenário, o mercado nacional teve poucos negócios no encerramento da semana. Em Mato Grosso apenas houve melhor movimentação diante de uma demanda pontual.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *