Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Senar levará assistência técnica para 790 famílias atingidas por barragem em Brumadinho

AJUDA PARA QUEM PRECISA

Senar levará assistência técnica para 790 famílias atingidas por barragem em Brumadinho

A atuação será focada no resgate da cidadania para a melhora da qualidade de vida por meio de ações educacionais, produtivas e empreendedoras

14 de junho de 2019 às 11h36
Por Canal Rural
Propriedade rural atingida pela lama, em Brumadinho

Propriedade com produção de laranja atingida pela lama. Foto: Pablo Valler

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) vai levar assistência técnica e gerencial e promover ações sociais para atender, por dois anos, cerca de 790 famílias da área rural impactadas pelo rompimento da barragem de Brumadinho, em Minas Gerais.

O projeto SuperAção Brumadinho envolve o Sistema CNA/Senar, a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg) e o Senar-MG. A atuação será focada no resgate da cidadania para a melhora da qualidade de vida por meio de ações educacionais, produtivas e empreendedoras.

A iniciativa faz parte de uma Aliança criada para apoiar Brumadinho e consiste em um pacto entre os governos federal, estadual e municipal junto às empresas, organizações da sociedade civil e serviços sociais autônomos.

As famílias rurais que serão atendidas pelo Senar estão inseridas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal e estão enquadradas em situação de extrema pobreza com renda mensal de R$ 89 a R$ 178 por pessoa.

O Senar realizará ainda ações voltadas para a saúde preventiva como campanhas de saneamento básico, saúde do homem e saúde da mulher rural. Também estão previstas capacitações em ocupações profissionais voltadas para o campo, como criação de pequenos animais, horticultura, fruticultura, apicultura, pedreiro, carpinteiro, eletricista rural, entre outros, além de atividades como produção de artesanatos em tecidos, sementes e cascas, produção artesanal de alimentos e doces.

Os beneficiados serão divididos em grupos de acordo com a aptidão agropecuária para receberem a ATeG. Os técnicos do Senar farão as visitas bimestrais para acompanhar a evolução dos produtores e seus resultados em todas as etapas.

Nova call to action

 

2 comentários

  1. Claudete teixeira em 15 de junho de 2019 às 20:48

    Que fantástico! Se precisar de alguém sou instrutora de artesanato.

Deixe um Comentário





Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Senar levará assistência técnica para 790 famílias atingidas por barragem em Brumadinho

AJUDA PARA QUEM PRECISA

Senar levará assistência técnica para 790 famílias atingidas por barragem em Brumadinho

A atuação será focada no resgate da cidadania para a melhora da qualidade de vida por meio de ações educacionais, produtivas e empreendedoras

14 de junho de 2019 às 11h36
Por Canal Rural
Propriedade rural atingida pela lama, em Brumadinho

Propriedade com produção de laranja atingida pela lama. Foto: Pablo Valler

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) vai levar assistência técnica e gerencial e promover ações sociais para atender, por dois anos, cerca de 790 famílias da área rural impactadas pelo rompimento da barragem de Brumadinho, em Minas Gerais.

O projeto SuperAção Brumadinho envolve o Sistema CNA/Senar, a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg) e o Senar-MG. A atuação será focada no resgate da cidadania para a melhora da qualidade de vida por meio de ações educacionais, produtivas e empreendedoras.

A iniciativa faz parte de uma Aliança criada para apoiar Brumadinho e consiste em um pacto entre os governos federal, estadual e municipal junto às empresas, organizações da sociedade civil e serviços sociais autônomos.

As famílias rurais que serão atendidas pelo Senar estão inseridas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal e estão enquadradas em situação de extrema pobreza com renda mensal de R$ 89 a R$ 178 por pessoa.

O Senar realizará ainda ações voltadas para a saúde preventiva como campanhas de saneamento básico, saúde do homem e saúde da mulher rural. Também estão previstas capacitações em ocupações profissionais voltadas para o campo, como criação de pequenos animais, horticultura, fruticultura, apicultura, pedreiro, carpinteiro, eletricista rural, entre outros, além de atividades como produção de artesanatos em tecidos, sementes e cascas, produção artesanal de alimentos e doces.

Os beneficiados serão divididos em grupos de acordo com a aptidão agropecuária para receberem a ATeG. Os técnicos do Senar farão as visitas bimestrais para acompanhar a evolução dos produtores e seus resultados em todas as etapas.

Nova call to action

 

2 comentários

  1. Claudete teixeira em 15 de junho de 2019 às 20:48

    Que fantástico! Se precisar de alguém sou instrutora de artesanato.

Deixe um Comentário





Mais Notícias