ABERTURA DE MERCADO

Seca no cinturão produtor da Argentina ameaça reduzir plantio de soja

Confira as principais notícias sobre dólar, mercado agrícola e previsão do tempo para começar o dia bem informado

Fonte: Pixabay

Os contratos futuros da soja negociados na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) fecharam a sexta-feira, dia 5, com preços mais altos. A preocupação com o clima seco na Argentina voltou a sustentar as cotações, apesar do fraco desempenho das exportações semanais americanas. No balanço da semana, a posição março subiu 0,92%.  

As exportações líquidas dos Estados Unidos de soja, referentes à temporada 2017/2018, com início em 1º de setembro, ficaram em 554 mil toneladas na semana encerrada em 28 de dezembro – menor patamar do ano comercial. O número ficou 43% inferior à semana anterior e 64% abaixo da média das últimas quatro semanas. Para a temporada 2018/20, foram mais 6,8 mil toneladas.

Os analistas esperavam um número entre 600 mil e 1,275 milhão de toneladas, somando as duas temporadas. As informações foram divulgadas pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

Argentina

A seca na região produtora da província de Buenos Aires, na Argentina, aumentou os riscos de que parte dos 18,1 milhões de hectares esperados para semeadura de soja nesta temporada não sejam plantados. O alerta partiu da Bolsa de Cereais do país e de outros analistas.

Com a época de plantio prevista para terminar nas próximas semanas, a Bolsa disse que faltam ainda 2,25 milhões de hectares a serem semeados. A estimativa pode não ser atingida devido à falta de umidade do solo e à proximidade do final da janela de plantio.

A Argentina é o maior exportador mundial de farelo de soja para ração animal e um grande fornecedor de milho e soja em grão.

Brasil

Na sexta-feira, o mercado interno de soja encerrou a primeira semana do ano bastante lento nas diferentes praças de comercialização do país. A moeda norte-americana encerrou os dois últimos pregões praticamente estável. Em Chicago, a oleaginosa encerrou com leves ganhos nos principais vencimentos, com altas de até 3 pontos. Entretanto, o mercado mostra ainda estar em ritmo de recesso e não foram registrados negócios relevantes ao longo da semana. 

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *