PODE PIORAR

Queda do dólar faz preço da soja travar no Brasil

Nesta terça as cotações da oleaginosa na Bolsa de Chicago e o câmbio abriram em queda, se fecharem assim podem puxar os valores no país para baixo

Soja
Foto: Pixabay

Os preços da soja oscilaram entre estáveis e mais baixos nas principais praças do país nesta segunda-feira, dia 25. A queda de mais de 1% no dólar pesou sobre os referenciais e afastou os negociadores. Ao contrário do final da semana passada, a comercialização travou. A Bolsa de Mercadorias Chicago (CBOT) teve alta moderada, sem impactar o ritmo dos negócios.

Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos seguiu em R$ 75. Na região das Missões, a cotação estabilizou em R$ 74,50 a saca. No porto de Rio Grande, preços permaneceram em R$ 79,50.

Em Cascavel, no Paraná, o preço recuou de R$ 74 para R$ 73,50. No porto de Paranaguá (PR), a saca caiu de R$ 79,50 para R$ 79. Em Rondonópolis (MT), a saca baixou de R$ 70 para R$ 69. Em Dourados (MS), a cotação recuou de R$ 71,50 para R$ 70. Em Rio Verde (GO), a saca baixou de R$ 69,50 para R$ 68,50.

Chicago e câmbio na segunda

Os contratos futuros da soja negociados em Chicago fecharam a segunda-feira com preços mais altos. A cobertura de posições vendidas frente ao relatório de intenção de plantio nos EUA, que deve ser divulgado na próxima quinta, 28, uma possível compra chinesa do produto americano e o excesso de chuvas nos Estados Unidos sustentam os preços.

Os contratos da soja em grão com entrega em maio fecharam com alta de 2,75 centavos de dólar ou 0,3%, a US$ 9,06 por bushel. A posição julho teve cotação de US$ 9,20 por bushel, ganho de 2,75 centavos ou 0,29%.

Nos subprodutos, a posição de maio no farelo fechou com alta de US$ 0,10 ou 0,03%, sendo negociada a US$ 315,10 por tonelada. No óleo, os contratos com vencimento em maio fecharam a 28,82 centavos de dólar, com ganho de 0,16 centavo ou 0,55%.

O dólar comercial encerrou a sessão em baixa de 1,17%, negociado a R$ 3,8550 para a compra e a R$ 3,8570 para a venda. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a máxima de R$ 3,9380 e a mínima de R$ 3,8560.

Chicago e câmbio nesta terça

Os contratos da soja em grão registram preços mais baixos na Bolsa de Chicago nesta terça, dia 26. O mercado realiza os lucros acumulados na segunda, à espera de novidades sobre as negociações entre a China e os Estados Unidos.

Os contratos com vencimento em maio de 2019 operam cotados a US$ 9,04 por bushel, retração de 2 centavo de dólar por bushel ou 0,22%.

O dólar comercial abriu a sessão em baixa de 0,49%, negociado a R$ 3,8380 para a compra e a R$ 3,8350 para a venda. A moeda norte-americana oscila entre a máxima de R$ 3,8510 e a mínima de R$ 3,8370.

Veja mais notícias sobre soja

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


css.php
Assine grátis a melhor newsletter sobre agronegócios do Brasil