Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Proposta prevê desconto mínimo de 50% na energia elétrica em área rural

INCENTIVO

Proposta prevê desconto mínimo de 50% na energia elétrica em área rural

De acordo com o autor da proposta o objetivo principal é incentivar o desenvolvimento de atividades industriais no meio rural, que enfrenta desafios

19 de setembro de 2018 às 12h07
Por Agência Câmara

Foto: Marcos Santos/ USP Imagens

Um projeto de lei que prevê desconto mínimo de 50% em tarifas de energia elétrica na área rural está em análise na Câmara dos Deputados.

De acordo com o autor da proposta, deputado Adail Carneiro (Pode-CE), o objetivo principal do PL 10006/18 é incentivar o desenvolvimento de atividades industriais no meio rural, que enfrenta desafios como a necessidade de realização de treinamentos especializados e a falta de recursos para investimentos.

“Considerando a importância do desenvolvimento das áreas rurais do país, ainda mais em momento de crise econômica, é preciso minimizar os problemas financeiros dos centros comunitários de produção estabelecendo descontos nas tarifas de energia elétrica”, justifica Adail Carneiro.

“Assim, mais recursos poderão ser destinados às atividades industriais, contribuindo para o desenvolvimento socioeconômico da população rural do Brasil”, completou o deputado.

Além de desconto para áreas rurais, o projeto visa contemplar também associações comunitárias, cooperativas, fundações e organizações não governamentais (ONGs) sem fins lucrativos. O texto muda a Lei do Setor Elétrico, Lei 10.438/02.

Tramitação

O projeto será analisado em caráter conclusivo, ou seja,  será votado apenas pelas comissões relacionados ao setor: Comissões de Seguridade Social e Família; de Minas e Energia; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ). O projeto também será dispensado da  análise do Plenário.

1 comentário

  1. José Eduardo da Silva em 19 de setembro de 2018 às 13:53

    ALEM DISSO , DEVE SER MUDADO AS A CARGAS , O MEIO RURAL OS TRANSFORMADORES DEVEM SER DE CORRENTE DE 380v , MAIS ECONOMICOS, COMO NO ESTADO DO GOIAS.ACIMA DE 45 kW, SAO 380.

Deixe um Comentário





Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Proposta prevê desconto mínimo de 50% na energia elétrica em área rural

INCENTIVO

Proposta prevê desconto mínimo de 50% na energia elétrica em área rural

De acordo com o autor da proposta o objetivo principal é incentivar o desenvolvimento de atividades industriais no meio rural, que enfrenta desafios

19 de setembro de 2018 às 12h07
Por Agência Câmara

Foto: Marcos Santos/ USP Imagens

Um projeto de lei que prevê desconto mínimo de 50% em tarifas de energia elétrica na área rural está em análise na Câmara dos Deputados.

De acordo com o autor da proposta, deputado Adail Carneiro (Pode-CE), o objetivo principal do PL 10006/18 é incentivar o desenvolvimento de atividades industriais no meio rural, que enfrenta desafios como a necessidade de realização de treinamentos especializados e a falta de recursos para investimentos.

“Considerando a importância do desenvolvimento das áreas rurais do país, ainda mais em momento de crise econômica, é preciso minimizar os problemas financeiros dos centros comunitários de produção estabelecendo descontos nas tarifas de energia elétrica”, justifica Adail Carneiro.

“Assim, mais recursos poderão ser destinados às atividades industriais, contribuindo para o desenvolvimento socioeconômico da população rural do Brasil”, completou o deputado.

Além de desconto para áreas rurais, o projeto visa contemplar também associações comunitárias, cooperativas, fundações e organizações não governamentais (ONGs) sem fins lucrativos. O texto muda a Lei do Setor Elétrico, Lei 10.438/02.

Tramitação

O projeto será analisado em caráter conclusivo, ou seja,  será votado apenas pelas comissões relacionados ao setor: Comissões de Seguridade Social e Família; de Minas e Energia; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ). O projeto também será dispensado da  análise do Plenário.

1 comentário

  1. José Eduardo da Silva em 19 de setembro de 2018 às 13:53

    ALEM DISSO , DEVE SER MUDADO AS A CARGAS , O MEIO RURAL OS TRANSFORMADORES DEVEM SER DE CORRENTE DE 380v , MAIS ECONOMICOS, COMO NO ESTADO DO GOIAS.ACIMA DE 45 kW, SAO 380.

Deixe um Comentário





Mais Notícias