MERCADO

Preço do milho cai mais de 1,5% em uma semana

Segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Agropecuária (Cepea), os compradores estão fora do mercado e atentos ao avanço da colheita do cereal

Fonte: luisrock62

Os preços do milho continuam em baixa em muitas praças de São Paulo, Santa Catarina e de Mato Grosso do Sul. Em Campinas (SP), região de referência para o indicador Esalq/BM&FBovespa, o recuo foi de 1,63% entre os dias 23 e 29 de março, fechando a R$ 40,35 a saca na quinta-feira, 29. No mês, porém, o indicador ainda acumulou alta, de 2,93%.

Segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Agropecuária (Cepea), os compradores, abastecidos para o curto prazo, estão fora do mercado e atentos ao avanço da colheita do milho verão, o que eleva a disponibilidade interna do cereal.

Os produtores, por sua vez, também estão retraídos das vendas, à espera de reação nos preços. Nesse cenário, o ritmo de negócios continua lento.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *