VIOLÊNCIA NO CAMPO

RS: polícia prende 13 suspeitos de roubo em propriedades rurais

Em operação com base em Marau, policiais cumpriram 22 mandados em 10 cidades e apreenderam 14 armas longas, 6 revólveres, 2 pistolas, munições e celulares

21 de setembro de 2016 às 12h52
Por Canal Rural

Fonte: Divulgação/Polícia Civil-RS

Na manhã desta quarta-feira, dia 21, a Polícia Civil do Rio Grande do Sul prendeu 13 pessoas suspeitas de participar de uma quadrilha que roubava propriedades rurais na região de Marau (RS). As detenções fizeram parte da Operação Aparecida. As informações são da Polícia Civil.

Cerca de 160 policiais cumpriram oito mandados de prisão e 22 mandados de busca e apreensão em Marau, Gentil, Guaporé, Mato Castelhano, Casca, Vila Maria, Passo Fundo, Nicolau Vergueiro, Tapejara e Água Santa.

Segundo o delegado Norberto dos Santos Rodrigues, as investigações foram iniciadas em janeiro deste ano, com o objetivo de desmantelar uma organização criminosa que agia nessas cidades praticando roubos.

Também está sendo investigada a participação de um policial militar como integrante do grupo, já que foram encontradas armas em sua residência durante cumprimento de mandado.

Os roubos eram praticados em residências e propriedades rurais. “O grupo agia normalmente durante o dia, chegando às propriedades rurais e rendendo as vítimas. Na maioria das vezes, os criminosos utilizavam de violência para obter informações sobre senhas de cartão e contas bancárias das vítimas”, relatou o delegado.

Durante as buscas foram apreendidas 14 armas longas, seis revólveres, duas pistolas, munições e celulares, além de diversos eletrodomésticos, eletroeletrônicos e ferramentas com suspeita de serem produtos de roubo.

Após os procedimentos de polícia judiciária, os presos serão encaminhados ao sistema prisional.

Deixe um Comentário





VIOLÊNCIA NO CAMPO

RS: polícia prende 13 suspeitos de roubo em propriedades rurais

Em operação com base em Marau, policiais cumpriram 22 mandados em 10 cidades e apreenderam 14 armas longas, 6 revólveres, 2 pistolas, munições e celulares

21 de setembro de 2016 às 12h52
Por Canal Rural

Fonte: Divulgação/Polícia Civil-RS

Na manhã desta quarta-feira, dia 21, a Polícia Civil do Rio Grande do Sul prendeu 13 pessoas suspeitas de participar de uma quadrilha que roubava propriedades rurais na região de Marau (RS). As detenções fizeram parte da Operação Aparecida. As informações são da Polícia Civil.

Cerca de 160 policiais cumpriram oito mandados de prisão e 22 mandados de busca e apreensão em Marau, Gentil, Guaporé, Mato Castelhano, Casca, Vila Maria, Passo Fundo, Nicolau Vergueiro, Tapejara e Água Santa.

Segundo o delegado Norberto dos Santos Rodrigues, as investigações foram iniciadas em janeiro deste ano, com o objetivo de desmantelar uma organização criminosa que agia nessas cidades praticando roubos.

Também está sendo investigada a participação de um policial militar como integrante do grupo, já que foram encontradas armas em sua residência durante cumprimento de mandado.

Os roubos eram praticados em residências e propriedades rurais. “O grupo agia normalmente durante o dia, chegando às propriedades rurais e rendendo as vítimas. Na maioria das vezes, os criminosos utilizavam de violência para obter informações sobre senhas de cartão e contas bancárias das vítimas”, relatou o delegado.

Durante as buscas foram apreendidas 14 armas longas, seis revólveres, duas pistolas, munições e celulares, além de diversos eletrodomésticos, eletroeletrônicos e ferramentas com suspeita de serem produtos de roubo.

Após os procedimentos de polícia judiciária, os presos serão encaminhados ao sistema prisional.

Deixe um Comentário