HÁBITOS DO CAMPO

Pesquisa mostra maior participação de jovens no agronegócio

As mulheres também ganham cada vez mais espaço no comando das propriedades rurais. Em 2017, elas respondiam por 33% das posições de liderança

Fonte: MDA

A pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Marketing Rural e Agronegócio (ABMRA) revelou que 21% das decisões no campo são tomadas por produtores que têm entre 26 e 35 anos. Agropecuaristas de 51 a 60 anos respondem por outros 21% e os que têm acima de 60 anos, por 18%.

Para o empresário Gilson Trennepohl, “ficou claro que há um retorno dos jovens ao campo, para participar não como coadjuvante, mas com poder de decisão feroz dentro do agronegócio”, diz.

O comando de 33% das propriedades rurais está na mãos de mulheres. Dos entrevistados na pesquisa, 62% acham muito importante o papel delas e 19% consideram vital o envolvimento feminino no campo.

“O agro hoje é tecnologia, inovação e inteligência; não é mais braço forte, como antigamente. Por isso a juventude está ficando no campo e a mulher está sendo valorizada. A família toda está sendo muito valorizada”, afirma o presidente do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop), Vergílio Frederico Perius.

A pesquisa

Foram 425 dias de trabalho, quase três mil entrevistas em 15 estados, para mostrar os hábitos do produtor rural brasileiro. “220 perguntas realizadas neste processo, em várias culturas, para agricultores e pecuaristas”, esclarece o presidente da ABMRA, Jorge Espanha.

A última pesquisa da entidade havia sido feita em 2013, espaço que pode ser considerado curto, mas com grandes transformações proporcionadas, principalmente, pelas mídias digitais. O acesso à internet no campo subiu de 39% para 63%, entre 2013 e 2017.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *