banner-3

PRECAUÇÃO

Ministério intensifica ações para evitar entrada da peste suína africana

Passageiros estão sendo orientados, antes do desembarque, por banners e alertas sonoros a procurarem a vigilância agropecuária caso tenham vindo de áreas de risco

25 de junho de 2019 às 20h38
Por Agência Safras

O Ministério da Agricultura intensificou a vigilância contra a peste suína africana. O objetivo é evitar que o vírus entre no país e afete a agropecuária brasileira. No Brasil, a PSA foi erradicada em 5 de dezembro de 1984 e o país foi declarado área livre da doença.

De acordo com o Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro), foram distribuídos 88 banners para aeroportos e portos de fronteira para alertar o viajante, sendo 44 em português e 44 em inglês.

Os passageiros são orientados, através de alerta sonoros, a procurarem o balcão do órgão antes do desembarque caso tenham visitado fazendas, zoológicos, feiras agropecuárias, áreas rurais ou outros locais com presença de suínos ou javalis. O mesmo vale para quem traz produtos de origem suína.

3 comentários

  1. […] 25 de junho de 2019 às 20:38 […]

  2. […] 25 de junho de 2019 às 20:38 […]

  3. […] 25 de junho de 2019 às 20:38 […]

Deixe um Comentário





banner-3

PRECAUÇÃO

Ministério intensifica ações para evitar entrada da peste suína africana

Passageiros estão sendo orientados, antes do desembarque, por banners e alertas sonoros a procurarem a vigilância agropecuária caso tenham vindo de áreas de risco

25 de junho de 2019 às 20h38
Por Agência Safras

O Ministério da Agricultura intensificou a vigilância contra a peste suína africana. O objetivo é evitar que o vírus entre no país e afete a agropecuária brasileira. No Brasil, a PSA foi erradicada em 5 de dezembro de 1984 e o país foi declarado área livre da doença.

De acordo com o Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro), foram distribuídos 88 banners para aeroportos e portos de fronteira para alertar o viajante, sendo 44 em português e 44 em inglês.

Os passageiros são orientados, através de alerta sonoros, a procurarem o balcão do órgão antes do desembarque caso tenham visitado fazendas, zoológicos, feiras agropecuárias, áreas rurais ou outros locais com presença de suínos ou javalis. O mesmo vale para quem traz produtos de origem suína.

3 comentários

  1. […] 25 de junho de 2019 às 20:38 […]

  2. […] 25 de junho de 2019 às 20:38 […]

  3. […] 25 de junho de 2019 às 20:38 […]

Deixe um Comentário