Home » Notícias » Pecuária » Permissão para uso de cães na caça de javalis pode ser suspensa

MUDANÇAS NAS REGRAS

Permissão para uso de cães na caça de javalis pode ser suspensa

Para o deputado Ricardo Izar (PP-SP), autor do projeto, a permissão para usar os animais em caçadas pode abrir precedentes para maus-tratos

16 de julho de 2019 às 10h37
Por Agência Câmara

Foto: Ibama

O Projeto de Decreto Legislativo 348/19 que tramita da Câmara dos Deputados pode suspender a permissão para usar cães durante a caça de javalis. A proposta, do deputado Ricardo Izar (PP-SP), revoga trecho da Instrução Normativa 12/19 do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), que permite a caça com cães.

Segundo a norma ambiental, o uso do animal será revisto após dois anos para avaliar a eficácia da prática no manejo do javali. Atualmente, esse é o único animal com caça liberada no Brasil.

Segundo Izar, o entendimento anterior do Ibama é que somente poderia haver uso de cães para caça na etapa de rastreamento dos javalis, para evitar maus-tratos dos cães. “O mais ultrajante é que a permissão atual abrange a etapa de agarre, que irá submeter os animais ao confronto e consequentemente sofrerão maus-tratos”, disse.

Estudos realizados na Austrália demonstram que cães não são efetivos na caça de javalis, pois removem menos de 20% dos animais, de acordo com Izar. “O uso de cães pode dispersar a manada para regiões vizinhas e muitas vezes o alvo dos cães é o macho que os enfrenta para defender os demais, enquanto as fêmeas, alvos para maior efetividade da caça, fogem”, afirmou Izar.

Agora, a proposta será analisa pelas comissões de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Depois, seguirá para o Plenário.

Nova call to action

19 comentários

  1. Heider em 16 de julho de 2019 às 11:23

    Com tantos problema no nosso país os deputados estão preocupados em defender pragas como javali e criminalizar os controladores , só no Brasil acontece isso

  2. Anônimo em 16 de julho de 2019 às 11:49

    A infestação dos javalis é tão grave que as autoridades deveriam autorizar todos a abater essa praga, infelizmente isso só vai acontecer se um dia um javali atacar um familiar dele.

  3. Carlos Cleber v. Amaro em 16 de julho de 2019 às 12:01

    No Sul do Brasil, em regiões de fronteira com o Uruguai e Argentina a caça ao Javali é uma questão economia e saúde pública, pois além do grande prejuízo causado ao rebanho de ovelhas, há uma devastação nas lavouras de milho bem como o extermínio de espécies nativas a exemplo do tatu mulita, avestruz, quero quero e outras tantas espécies nativas desta região. Queremos a liberação já da caçada ao Javali como forma de controle e manuseio por caçadores habilitados, registrados e licenciados pelo Ibama e o Exército. Somos favoráveis à utilização de cães bem como armadilhas permitidas legalmente. Os produtores rurais pedem por socorro S.O.S. contra essa praga que assola toda a região Sul do Brasil. As autoridades devem fazer a sua parte, liberando em carácter de urgência o manejo e o abate dessa espécie invasora.

  4. César a mondardo em 16 de julho de 2019 às 13:07

    Esse deputado não entende e nada de javali ele que venha aqui no interior do Estado de Santa Catarina e que vá a caça do javali p ver como tem que ser ele deve morar na cidade nunca plantou um pé de mandioca agora quer dizer que um cachorro não serve p caça do javali tem é que colocar uma coleira nele e soltar no rasto javali p ver se ele acha o bicho

  5. Luis gustavo ribeiro em 16 de julho de 2019 às 15:59

    Caça com cachorro é uma cultura milenar em todos os cantos do mundo.

  6. Luis gustavo ribeiro em 16 de julho de 2019 às 16:15

    Todas as modalidades de caça do javali no mundo todo não acaba com o javali pois é praticamente impossivel no entanto é importante fazer o controle dessas pragas seja com gaiolas,armas,ou cachorros lembrando q é obrigatório uso de coletes de proteção nos cachorros de agarre ,mas como sempre os politicos no brasil trabalham para atenderem seus próprios objetivos (votos)e não os da população.

  7. Nilson em 16 de julho de 2019 às 16:35

    Tem que botar esse político correr atrás dos javali, já que os cães não podem.

  8. Li em 16 de julho de 2019 às 20:06

    Tem que ser bem escroto mesmo pra usar cães pra abater os animais, não basta abater mas ser cruel também, gente ruim e quem apoia tãooo escroto quanto..ja não vai abater ,tem que ser de forma cruel tb???

  9. Luis hemrique acre em 16 de julho de 2019 às 20:10

    Que que eu vou fazer na minha fazenda 7 aqui tá de milhocatei um javali com tiro na barriga que é muito mais judiação com bichovamos acabar com as pragas sem prejudicar ninguém

  10. joão Luiz Braga de souza em 16 de julho de 2019 às 21:26

    Quanto a teoria, de espalhar fêmeas e leitões, na hora da caçada, faz bastante sentido.
    Mas logo digo; Ou dizimamos agora esta praga ou ela nos dizimara em menos de 10 anos. Cito como exemplo, de PRAGA IMPORTADA, e que liquidou, com os campos nativos do RS a PRAGA DO CAPIM ANONI…

  11. Dr.medveterinário Ariosto Oliveira em 16 de julho de 2019 às 21:34

    Os depurados devem pensar melhor as suàs proposta. Pois acho que deve ser instauraro uma inspeção nos cães antes e depois da caça ao javali. Selecionar só os melhores para o evento oum seja reduzir o número de cães. Isto deve sera feito pelo médico veterinário contratado pelo clube de caça

  12. Dr.medveterinário Ariosto Oliveira em 16 de julho de 2019 às 22:03

    Acho;que o exército forças armadas deveriam particular na caça e controle dos javalis. Seria uma forma de treinar os soldados.sendo que parte dos iria para tropas e parte da caça doada a entidades carentes e pessoal carentes

    • joão Luiz Braga de souza em 17 de julho de 2019 às 22:32

      Concordo em grau e numero com o Dr.Aristo oliveira, assim não preciso dizer mais nada!!! Excelente ideia parabéns!!!

  13. José Cristiano em 16 de julho de 2019 às 22:24

    O mundo todo caça javalis com cães, o Brasil vai caçar sem cães. .. kkkkk, dispersam o rebanho.. kkkkkk, outro vi em uma rádio aqui em palmares – pe que são necessários 5 portugueses pra trocar uma lâmpada, 1 segura a lâmpada e os outros 4 rodam a mesa.. é mais ou menos isso. Que me perdoem os portugueses. Kkkkkk

  14. Joao Villares em 17 de julho de 2019 às 03:28

    Infelizmente está é mais uma atitude de quem desconhece a situação atual da relação javali/agricultura. A luta pelo controle do javali já está perdida e vai se agravar. Proposições como está , não ajudará, mas agravará a situação já caótica . Vejo que o deputado desconhece o problema . Lamentável atitude

  15. Maurício Carvalho de Oliveira em 17 de julho de 2019 às 07:59

    As infestações de javalis tem se espalhado na região do cerrado, grande produtora de milho. As autoridades ambientais agora estão preocupadas com o bem-estar dos cães de caça? Sim todo caçador trata seus cães com os cuidados que eles merecem; mas cão de caça é pra caçar mesmo! Não são aqueles cãezinhos de madame que são levados pra salão de beleza não. A caça é uma atividade dura e com riscos de vida sim. Agora será que esses animais terão, para os protetores dos direitos dos animais, que serem levados a fazerem as unhas? Já vem esse politicamente correto meter o nariz onde o ciclo da vida é esse mesmo, ou, de forma análoga, vamos cuidar para que os leõezinhos da savana não morda as zebras

  16. Gilmar em 17 de julho de 2019 às 13:12

    Não existe casar o javali se cão, os cães são treinados, e gosta do q faz ,e bem tratados, (agora se mãe dos deputados for fareja o javali não precisa de cão).

  17. Vagner caçador em 17 de julho de 2019 às 16:47

    Tudo bem suspende o uso de cães e leva o deputado para indicar onde os javalis estão para o abati.

  18. Jorge Rocha em 17 de julho de 2019 às 21:53

    Será que esse deputado já viu o estrago que esses animais causam em uma plantação? Que já houve vítimas humanas fatais por ataque?
    Não elejam esse deputado de novo,produtores de São Paulo, unam-se e eliminem esse cara da vida política !!!!

Deixe um Comentário





Home » Notícias » Pecuária » Permissão para uso de cães na caça de javalis pode ser suspensa

MUDANÇAS NAS REGRAS

Permissão para uso de cães na caça de javalis pode ser suspensa

Para o deputado Ricardo Izar (PP-SP), autor do projeto, a permissão para usar os animais em caçadas pode abrir precedentes para maus-tratos

16 de julho de 2019 às 10h37
Por Agência Câmara

Foto: Ibama

O Projeto de Decreto Legislativo 348/19 que tramita da Câmara dos Deputados pode suspender a permissão para usar cães durante a caça de javalis. A proposta, do deputado Ricardo Izar (PP-SP), revoga trecho da Instrução Normativa 12/19 do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), que permite a caça com cães.

Segundo a norma ambiental, o uso do animal será revisto após dois anos para avaliar a eficácia da prática no manejo do javali. Atualmente, esse é o único animal com caça liberada no Brasil.

Segundo Izar, o entendimento anterior do Ibama é que somente poderia haver uso de cães para caça na etapa de rastreamento dos javalis, para evitar maus-tratos dos cães. “O mais ultrajante é que a permissão atual abrange a etapa de agarre, que irá submeter os animais ao confronto e consequentemente sofrerão maus-tratos”, disse.

Estudos realizados na Austrália demonstram que cães não são efetivos na caça de javalis, pois removem menos de 20% dos animais, de acordo com Izar. “O uso de cães pode dispersar a manada para regiões vizinhas e muitas vezes o alvo dos cães é o macho que os enfrenta para defender os demais, enquanto as fêmeas, alvos para maior efetividade da caça, fogem”, afirmou Izar.

Agora, a proposta será analisa pelas comissões de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Depois, seguirá para o Plenário.

Nova call to action

19 comentários

  1. Heider em 16 de julho de 2019 às 11:23

    Com tantos problema no nosso país os deputados estão preocupados em defender pragas como javali e criminalizar os controladores , só no Brasil acontece isso

  2. Anônimo em 16 de julho de 2019 às 11:49

    A infestação dos javalis é tão grave que as autoridades deveriam autorizar todos a abater essa praga, infelizmente isso só vai acontecer se um dia um javali atacar um familiar dele.

  3. Carlos Cleber v. Amaro em 16 de julho de 2019 às 12:01

    No Sul do Brasil, em regiões de fronteira com o Uruguai e Argentina a caça ao Javali é uma questão economia e saúde pública, pois além do grande prejuízo causado ao rebanho de ovelhas, há uma devastação nas lavouras de milho bem como o extermínio de espécies nativas a exemplo do tatu mulita, avestruz, quero quero e outras tantas espécies nativas desta região. Queremos a liberação já da caçada ao Javali como forma de controle e manuseio por caçadores habilitados, registrados e licenciados pelo Ibama e o Exército. Somos favoráveis à utilização de cães bem como armadilhas permitidas legalmente. Os produtores rurais pedem por socorro S.O.S. contra essa praga que assola toda a região Sul do Brasil. As autoridades devem fazer a sua parte, liberando em carácter de urgência o manejo e o abate dessa espécie invasora.

  4. César a mondardo em 16 de julho de 2019 às 13:07

    Esse deputado não entende e nada de javali ele que venha aqui no interior do Estado de Santa Catarina e que vá a caça do javali p ver como tem que ser ele deve morar na cidade nunca plantou um pé de mandioca agora quer dizer que um cachorro não serve p caça do javali tem é que colocar uma coleira nele e soltar no rasto javali p ver se ele acha o bicho

  5. Luis gustavo ribeiro em 16 de julho de 2019 às 15:59

    Caça com cachorro é uma cultura milenar em todos os cantos do mundo.

  6. Luis gustavo ribeiro em 16 de julho de 2019 às 16:15

    Todas as modalidades de caça do javali no mundo todo não acaba com o javali pois é praticamente impossivel no entanto é importante fazer o controle dessas pragas seja com gaiolas,armas,ou cachorros lembrando q é obrigatório uso de coletes de proteção nos cachorros de agarre ,mas como sempre os politicos no brasil trabalham para atenderem seus próprios objetivos (votos)e não os da população.

  7. Nilson em 16 de julho de 2019 às 16:35

    Tem que botar esse político correr atrás dos javali, já que os cães não podem.

  8. Li em 16 de julho de 2019 às 20:06

    Tem que ser bem escroto mesmo pra usar cães pra abater os animais, não basta abater mas ser cruel também, gente ruim e quem apoia tãooo escroto quanto..ja não vai abater ,tem que ser de forma cruel tb???

  9. Luis hemrique acre em 16 de julho de 2019 às 20:10

    Que que eu vou fazer na minha fazenda 7 aqui tá de milhocatei um javali com tiro na barriga que é muito mais judiação com bichovamos acabar com as pragas sem prejudicar ninguém

  10. joão Luiz Braga de souza em 16 de julho de 2019 às 21:26

    Quanto a teoria, de espalhar fêmeas e leitões, na hora da caçada, faz bastante sentido.
    Mas logo digo; Ou dizimamos agora esta praga ou ela nos dizimara em menos de 10 anos. Cito como exemplo, de PRAGA IMPORTADA, e que liquidou, com os campos nativos do RS a PRAGA DO CAPIM ANONI…

  11. Dr.medveterinário Ariosto Oliveira em 16 de julho de 2019 às 21:34

    Os depurados devem pensar melhor as suàs proposta. Pois acho que deve ser instauraro uma inspeção nos cães antes e depois da caça ao javali. Selecionar só os melhores para o evento oum seja reduzir o número de cães. Isto deve sera feito pelo médico veterinário contratado pelo clube de caça

  12. Dr.medveterinário Ariosto Oliveira em 16 de julho de 2019 às 22:03

    Acho;que o exército forças armadas deveriam particular na caça e controle dos javalis. Seria uma forma de treinar os soldados.sendo que parte dos iria para tropas e parte da caça doada a entidades carentes e pessoal carentes

    • joão Luiz Braga de souza em 17 de julho de 2019 às 22:32

      Concordo em grau e numero com o Dr.Aristo oliveira, assim não preciso dizer mais nada!!! Excelente ideia parabéns!!!

  13. José Cristiano em 16 de julho de 2019 às 22:24

    O mundo todo caça javalis com cães, o Brasil vai caçar sem cães. .. kkkkk, dispersam o rebanho.. kkkkkk, outro vi em uma rádio aqui em palmares – pe que são necessários 5 portugueses pra trocar uma lâmpada, 1 segura a lâmpada e os outros 4 rodam a mesa.. é mais ou menos isso. Que me perdoem os portugueses. Kkkkkk

  14. Joao Villares em 17 de julho de 2019 às 03:28

    Infelizmente está é mais uma atitude de quem desconhece a situação atual da relação javali/agricultura. A luta pelo controle do javali já está perdida e vai se agravar. Proposições como está , não ajudará, mas agravará a situação já caótica . Vejo que o deputado desconhece o problema . Lamentável atitude

  15. Maurício Carvalho de Oliveira em 17 de julho de 2019 às 07:59

    As infestações de javalis tem se espalhado na região do cerrado, grande produtora de milho. As autoridades ambientais agora estão preocupadas com o bem-estar dos cães de caça? Sim todo caçador trata seus cães com os cuidados que eles merecem; mas cão de caça é pra caçar mesmo! Não são aqueles cãezinhos de madame que são levados pra salão de beleza não. A caça é uma atividade dura e com riscos de vida sim. Agora será que esses animais terão, para os protetores dos direitos dos animais, que serem levados a fazerem as unhas? Já vem esse politicamente correto meter o nariz onde o ciclo da vida é esse mesmo, ou, de forma análoga, vamos cuidar para que os leõezinhos da savana não morda as zebras

  16. Gilmar em 17 de julho de 2019 às 13:12

    Não existe casar o javali se cão, os cães são treinados, e gosta do q faz ,e bem tratados, (agora se mãe dos deputados for fareja o javali não precisa de cão).

  17. Vagner caçador em 17 de julho de 2019 às 16:47

    Tudo bem suspende o uso de cães e leva o deputado para indicar onde os javalis estão para o abati.

  18. Jorge Rocha em 17 de julho de 2019 às 21:53

    Será que esse deputado já viu o estrago que esses animais causam em uma plantação? Que já houve vítimas humanas fatais por ataque?
    Não elejam esse deputado de novo,produtores de São Paulo, unam-se e eliminem esse cara da vida política !!!!

Deixe um Comentário





Mais Notícias